1. Nascimento e revolução mexicana

Frida Kahlo nasceu em 6 de julho de 1907, no distrito de Coyoacán, na Cidade do México. Três anos depois, em 7 de julho de 1910, a Revolução Mexicana explodiu em seu país. Ou seja: a pintora e o México moderno são extremamente contemporâneos.

2. Campeã em virar shots de tequila

A vida de Frida nunca foi muito tradicional: ela contraiu poliomielite aos 6 anos de idade, que a deixou com a perna direita mais fina do que a esquerda, mas que raramente era visível, porque ela sempre estava de calças. Apesar disso, depois de adulta ela praticou boxe e até ganhou de marmanjos em campeonatos de virar shots de tequila!

3. Início nas artes plásticas

Aos 18 anos, a mexicana quase perdeu a vida em um grave acidente. Durante os 3 meses que ficou internada, Frida começou a pintar autorretratos na cama do hospital usando um espelho. Era o início da vida artística, fazendo com que ela abandonasse a ideia de se tornar médica.

4. Rainha dos autorretratos

Dos 143 quadros pintados por Frida Kahlo em toda a sua vida, 55 são de seu próprio rosto. Sua justificativa é que ela passava muito tempo sozinha e que esse assunto – ela mesma – era o que ela mais dominava.
"Autorretrato com Colar de Espinhos e Beija-flor" é um dos mais famosos

5. Casamento

Aos 20 anos, pouco após o acidente, Frida conheceu o pintor Diego Rivera, que tinha o dobro de sua idade na época. Ele gostou do trabalho da mexicana e deu algumas dicas. Por fim, em 1929, os dois se casaram – ela com 22 e ele com 42 anos.

6. Sexualidade

Frida e Diego tinham um relacionamento muito complicado, envolvendo diversas traições – ele inclusive teria ficado com a irmã mais nova da esposa! Frida também teve inúmeros casos extraconjugais, tanto com homens quanto com mulheres. O casal chegou a se separar por 1 ano, mas voltou a ficar junto até a morte de Frida, em 1954.
Frida Kahlo e a cantora Chavela Vargas, apontada como um possível affair

7. Caso com Leon Trótski

Entre os vários amantes que Frida teve, um dos mais famosos foi Leon Trótski, um dos fundadores do Exército Vermelho, da antiga União Soviética. Tróstki acabou pedindo asilo político ao México, onde conheceu e se tornou amigo de Diego Rivera. Mais tarde, acabou tendo um affair com Frida.

8. Reconhecimento póstumo

Em vida, Frida era conhecida como “a esposa de Diego Rivera”. Seu enorme sucesso veio apenas depois de sua morte, em 1954, aos 47 anos – ela teve embolia pulmonar. Agora, ela é até mais conhecida do que seu marido.

9. Obra mais valiosa

Seu quadro “Dos desnudos en el bosque (La tierra misma)”, de 1939, foi vendido em Nova York, em 2016, pela bagatela de US$ 8 milhões!

10. Filmes biográficos

Frida foi tema de dois filmes que obtiveram bastante sucesso: “Frida, Natureza Viva”, de 1983, trazia Ofelia Medina como a pintora; já em 2002, foi a vez de Salma Hayek assumir a personagem – ela foi indicada ao Oscar pela atuação.