terça-feira, 20 de junho de 2017

Você conhece a história por trás desta famosa fotografia?

Se você curte história e tem especial interesse pela Segunda Guerra Mundial e o que aconteceu logo após o final do conflito, então é bastante provável que você já tenha se deparado com a imagem a seguir em algum lugar. Como você pode ver, ela, basicamente, mostra um soldado ajudando um garotinho a passar por uma cerca de arame farpado. No entanto, você conhece o contexto histórico da fotografia e sabe o que, exatamente, ela mostra?
Soldado ajudando criança
De acordo com o pessoal do site Rare Historical Photos, a imagem mostra um soldado da Alemanha Oriental ajudando um menino a passar do lado ocidental ao oriental da cidade de Berlim logo após a criação do Muro de Berlim. Conforme contamos em uma matéria anterior aqui do Mega Curioso — e que você pode conferir através deste link —, a construção do muro foi iniciada na noite entre os dias 12 e 13 de agosto de 1961 e, pela manhã, a barreira improvisada que impedia a passagem de uma parte à outra já havia sido instalada.

Barreira humana

Na verdade, a construção do muro propriamente dito não aconteceu da noite para o dia. Ela ocorreu no decorrer de vários anos, com a constante adição de reforços, blocos e lajes de concreto e torres de observação. No total, havia mais de 300 delas espalhadas ao longo dos mais de 155 quilômetros de barreiras que cercavam os três setores ocidentais da cidade, além dos mais de 40 km que dividiam a parte ocidental da oriental, e tudo era controlado por mais de 11 mil soldados.
Soldados e trabalhadores construindo o Muro de Berlim
Entretanto, na noite do dia 13 de agosto, o início da construção do muro consistiu na instalação de barricadas e cercas de arame farpado como a que você viu na foto. E a coisa toda foi feita de forma tão repentina que muitas pessoas que por uma razão ou outra estavam de um lado da cidade simplesmente não tiveram tempo de atravessar. Com isso, famílias inteiras acabaram sendo separadas.
No caso específico do garotinho da imagem, segundo informações disponíveis no Checkpoint Charlie Museum — museu instalado no mais famoso ponto de checagem que existiu no Muro de Berlim —, ele estava com o pai no lado ocidental da cidade visitando alguns parentes, enquanto o resto da família permaneceu no lado oriental. Mas, como a proibição de atravessar de um setor ao outro aconteceu da noite para o dia, o menino acabou separado de seus familiares.
Mulher acena para familiares a partir do setor ocidental em 1961, após 3 horas de espera
No entanto, o pai do garoto, pensando que seria melhor que a criança crescesse com a mãe, convenceu o filho a caminhar até a cerca e pedir que o soldado o deixasse passar para o outro lado. A imagem captura o momento em que o militar, visivelmente preocupado — uma vez que ele certamente havia recebido ordens estritas de não permitir que ninguém atravessasse a barreira — abre caminho entre o arame farpado antes de levantar o menino e colocá-lo em segurança do outro lado.
O jovem soldado acabou sendo pego por seu superior enquanto ajudava a criança, e é comum encontrar pela internet informações de que ninguém sabe o que aconteceu com o militar depois disso. No entanto, embora existam insinuações de que ele teria sido seriamente punido — e inclusive recebido castigo capital por seus atos —, o rapaz foi removido de sua unidade e repreendido, mas não chegou a ser preso, muito menos morto a tiros.
FONTE:http://www.megacurioso.com.br/historia-e-geografia/102929-voce-conhece-a-historia-por-tras-desta-famosa-fotografia.htm?utm_source=megacurioso.com.br&utm_medium=internas&utm_campaign=quenteshoje
Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...