segunda-feira, 5 de dezembro de 2016


NASA oferece US$ 30 mil para quem solucionar problema do cocô nas viagens espaciais

astronauta-no-espaco
-“Pegue um guardanapo rápido”, disse o comandante da Apollo 10, Tom Stafford, com alguma urgência. “Tem um cocô flutuando no ar.”
-“Eu não fiz isso, não é um dos meus”, respondeu o piloto do módulo de comando, John Young.
-“Eu não acho que seja um dos meus”, acrescentou Gene Cernan, piloto do módulo lunar.
– “O meu é um pouco mais pegajoso do que isso, jogue isso fora”, disse Stafford.
-“Deus todo poderoso!!!”, exclamou Young antes que o trio caísse na risada.
Pode até parecer um script de comédia pastelão, mas isso que vocês leram é a transcrição de uma conversa entre a tripulação da NASA em 1969 sobre um cocô que havia escapado enquanto eles estavam viajando em gravidade zero, para a Lua. É também uma das primeiras referências históricas a como uma função corporal básica representa um desafio enorme, e potencialmente fatal, no espaço.
Atualmente, o banheiro orbital da Estação Espacial Internacional já conseguiu ultrapassar esse desafio enfrentado durante a missão Apollo 10, mas a grande preocupação da NASA neste momento é sobre as futuras missões com destino a outros mundos do Sistema Solar. Isso significa que um astronauta precisará permanecer dentro de seu traje espacial por dias. Logo surge a pergunta: “Como se livrar de tanto cocô?”
Até agora, a NASA ainda não tem uma resposta pra essa pergunta, e por isso, a agência espacial norte-americana está oferecendo um prêmio de 30.000 dólares pra quem possa imaginar uma solução prática para tão elementar questão. A quantia está sendo oferecida através do site HeroX crowd-sourcing, que diz o seguinte:
“A Administração Nacional de Aeronáutica e do Espaço (NASA) dos Estados Unidos busca soluções propostas para sistemas fecais, de urina e de menstruação a serem usados ​​nos processos de lançamento e entrada da tripulação durante uma duração contínua de até 144 horas”, escreve a NASA. “Um sistema de gerenciamento de dejetos dentro do traje é necessário para cenários de contingência ou para quaisquer tarefas de longa duração.”
Basicamente, a NASA está buscando uma fralda super high-tech que possa ser usada pelos astronautas quando estiverem longe da estação espacial. Uma fralda super potente que aguente até 6 dias!
“Afinal de contas, quando você tem que ir, você tem que ir. E às vezes você tem que ir em um vácuo total”, explica o site HeroX. Mas como descrito pelo “Space Poop Challenge” ou “Desafio do Cocô Espacial”, o problema é preocupante.
A gravidade é algo natural, e sequer notamos sua falta aqui na Terra. Mas no espaço, qualquer tarefa abre um leque de desafios muitas vezes inimagináveis, principalmente quando o assunto é resíduo humano. O problema da higiene na Estação Espacial Internacional foi resolvido ao instalar um equipamento que dispara um fluxo de ar, puxando qualquer dejeto para um compartimento separado, sem que o ar do ambiente seja poluído. Depois, esse dispositivo comprime tudo em um vácuo para matar patógenos.
banheiro-da-estacao-espacial-internacional
Mas fazer uma miniatura desse sistema, com as mesmas funcionalidades, e que caiba dentro de um traje espacial, parece um grande desafio. Embora tenhamos percorrido um longo caminho na exploração espacial, algumas questões simples e básicas ainda se apresentam como grandes desafios. E antes de enviarmos astronautas para missões em outros planetas, teremos que, primeiramente, saber como enviar seus dejetos para o espaço… E aí, teve alguma ideia mirabolante???
Postar um comentário

TALVEZ DESCONHEÇA SOBRE OS BURACOS NEGROS 1 – Eles não foram descobertos por Einstein Apesar de muita gente associar a descoberta dos ...