terça-feira, 6 de setembro de 2016


Curiosidades sobre países 14 - Superstições

Todas as culturas tem suas próprias superstições, e se você não é parte dessa cultura elas podem parecer estranhas. Confira algumas superstições que podem ser encontradas ao redor do mundo. 


Na China o número quatro é considerado um número azarento porque sua pronuncia é parecida com a da palavra morte, na verdade as duas palavras tem a mesma escrita (sei) mas são pronunciadas de forma um pouco diferente. Alguns prédios nem mesmo tem o quarto andar por causa dessa crença.


Na Turquia os mais velhos não gostam de mascar chiclete durante a noite, porque (por algum motivo) você estaria mascando o mesmo que carne podre, ou pior, você viraria a carne podre.


Na Rússia não é um bom sinal receber um buque com número ímpar de flores, isso porque esses buques são mais usados em enterros. Se você for presentear alguém deve sempre usar números pares de flores.


Os sul-coreanos são muitos fãs do mito "Fan Death" que diz que se você deixar um ventilador ligado em um quarto fechado você vai morrer. Mesmo sem nenhuma prova a superstição ficou muito popular e hoje é uma espécie de lenda urbana.

Os italianos são muito supersticiosos, e segundo eles se você nadar depois de comer você vai morrer. Alguns deles até mesmo evitam tomar banho depois de comer.


Os indianos tem o costume de realizar um jogo em seus casamentos onde o anel de noivado é jogado em um recipiente com leite e os noivos tem de encontra-lo. Segundo a tradição quem encontrar o anel primeiro vai ser o "chefe" do casamento.


Em Belarus (Bielorrússia) durante o ano-novo as mulheres mais supersticiosas participam de um jogo para ver quem vai se casar no próximo ano, para isso elas fazem uma pilha de milho em frente a cada jovem e soltam um galo para que ele escolha uma das pilhas, a dona da pilha que ele escolher se casa.

De acordo com o livro The Encyclopedia of Superstitions, na antiga Grã-Bretanha mulheres carregavam bolotas em seus bolsos para ficarem com aparência jovem por mais tempo. O mito vem do fato de que o carvalho pode viver por mais de 200 anos, e seu fruto teria o poder de passar sua longevidade para outros.

A Malásia é outro lugar cheio de superstições, como por exemplo: se você sentar ou pisar em um livro você vai ficar burro, crianças que brincam durante o maghrib (reza muçulmana) são sequestradas por fantasmas e dar um relógio de presente para alguém é sinal de má fé, porque o relógio representaria o tempo restante até aquela pessoa morrer.

No Japão eles tem o habito de esconder seus polegares quando passam perto de cemitérios. Isso porque a palavra polegar em japonês pode ser traduzida como "dedo dos pais", então se você não os esconder seus pais é quem vão pagar o preço por incomodar os mortos.

Na Rússia é sinal de boa-sorte quando um pássaro resolve usar você ou sua casa como banheiro, alguns até dizem que isso atrai riqueza.

Na Argentina pronunciar o nome do ex-presidente Carlos Menem em voz alta atrai azar, as pessoas que estão por perto normalmente batem na madeira para se proteger do azar.

Na Dinamarca é costume guardar pratos, copos e xícaras quebradas e jogar eles nas casas dos amigos no Ano-Novo, quanto mais cacos mais fortuna você atrai.

Na Tailândia as pessoas costumam ter mini-casas como enfeites de jardim e de escritórios, elas são conhecidas como "Casa dos Espíritos". Segundo a superstição local os espíritos passam a viver nessas casinhas e não nas casas e prédios de verdade.

Na Nigéria os locais acreditam que um eclipse é a fúria de Deus com uma nação pecadora, a superstição é tão forte que já causou guerras entre cristãos e muçulmanos. Em 2006 o governo foi obrigado a lançar uma campanha de educação sobre eclipses para tentar acalmar as guerras.

fonte:http://realworldfatos.blogspot.com.br/2016/09/curiosidades-sobre-paises-14.html
Postar um comentário

 CONHEÇA 7 PESSOAS QUE MORRERAM DE FORMA BESTA De acordo com a Organização Mundial da Saúde, entre as principais causas de morte no pla...