quinta-feira, 26 de maio de 2016


Skype impõe limite de até 100 MB para upload de arquivo

A Microsoft promoveu algumas mudanças nas políticas de compartilhamento do Skype. A partir de agora, o serviço de nuvem vai impedir o envio de arquivos maiores do que 100 MB e promove sincronização de arquivos compartilhados entre todos os dispositivos. Em relação ao limite de tamanho, quando tentar enviar um arquivo que supere, o usuário recebe uma mensagem de erro.
Para driblar a restrição, é necessário recorrer a outros métodos, como diminuir o tamanho do arquivo (compactar), fazer upload no OneDrive ou algum serviço de armazenamento da nuvem. E, só depois, compartilhar o link do arquivo.
Skype passa a impedir o envio de arquivos que superem 100 MB (Foto: Divulgação/Skype)Skype passa a impedir o envio de arquivos que superem 100 MB (Foto: Divulgação/Skype)
Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone
A novidade sobre a limitação do tamanho de arquivos não foi anunciada no blog do Skype, mas consta nas páginas atualizadas de suporte técnico do mensageiro. E, apesar da má notícia para quem usava o Skype para trocar arquivos grandes, há algumas novidades positivas.
Arquivos sincronizados
Uma delas é a promessa da Microsoft de que os arquivos compartilhados serão sincronizados em várias instâncias do Skype. Ou seja, o usuário pode ter acesso no app do celular a conteúdos enviados originalmente no PC.
Como apagar conversas do Skype? Veja no Fórum TechTudo.
Outro aspecto positivo é o aprimoramento do sistema que reconhece instabilidades de conexão, garantindo que o envio ou download de algum arquivo compartilhado seja reiniciado assim que o dispositivo ficar online novamente.
Apesar do limite de até 100 MB, a possibilidade de baixar um arquivo compartilhado no prazo de 30 dias continua – depois disso, o material fica indisponível. Não foi feita nenhuma explicação técnica sobre os motivos da nova restrição pela Microsoft.
Via SkypeSoftpedia 
Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...