terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Como encontrar o ponto G e levar a mulher ao orgasmo

Orgasmo feminino é o prazer sexual experimentado por uma mulher durante o ato sexual ou, o momento em que a mulher consegue o clímax do prazer. As sensações percebidas pelas mulheres são de intensas contrações rítmicas que podem aumentar a intensidade até que se atinja o clímax ou a satisfação plena do orgasmo feminino.
Cada mulher sente o orgasmo feminino de forma diferente. Há aquelas que nunca sentiram orgasmo com seus parceiros  e são cerca de 70% dos casos. Apenas 25% sempre sente chegar o clímax durante cada ato sexual com o parceiro.
"como-encontrar-o-ponto-g-e-levar-a-mulher-ao-orgasmo
O orgasmo feminino pode ser sentido em várias partes das áreas consideradas erógenas do corpo, como no clitóris, na entrada da vagina, na uretra, no colo do útero, no ânus e também no mais recentemente descoberto Ponto G. Mas o que vem a ser o Ponto G e como uma mulher consegue alcançar o orgasmo através dele?

Como encontrar o ponto G e levar a mulher ao orgasmo.

O Ponto G, ou Ponto de Gräfenberg foi descoberto em 1981 por Addiego, que deu este nome em homenagem a um Ginecologista alemão, Ernst Gräfenberg, que já estudava a existência desta área de prazer na mulher desde 1950.
"como-encontrar-o-ponto-g-e-levar-a-mulher-ao-orgasmo"
A maioria dos homens, cerca de 55% deles, revela nunca ter encontrado o ponto G de suas parceiras. Outros 36% não se interessam em saber onde fica e nem o que vem a ser e, sequer interessam em como fazer uma mulher chegar ao orgasmo. É uma busca difícil e muitas vezes frustrante para o casal. Mas vale a pena procurar, pois é uma área que quando estimulada, gera muito prazer levando a obtenção de orgasmos femininos extremamente intensos.
Outros homens sofrem de ejaculação precoce e desconhecem o fato de que exercícios apropriados, praticados com regularidade, resolvem esse e outros problemas da sexualidade masculina sem contar que, com essa prática, terminam por desenvolver técnicas capazes de torná-los grande amantes e levar sua parceira a prazeres extremos. Esses exercícios, indicados por urologistas e sexólogos, podem ser encontrados de forma detalhada e explicativa no livro “Ejaculando com controle”
Orgasmo feminino e como encontrar o Ponto G
Sexólogos e pesquisadores tem dado sugestões de como encontrar o Ponto G. A pesquisadora e Sexóloga Débora Pádua informa que para encontrar esta área, é preciso que a mulher já esteja excitada. Isto torna mais fácil, pois ele se dilata e circunda como o pênis. O Ponto G fica localizado exatamente numa parte escondida atrás do clitóris e sua estimulação leva a mulher ao orgasmo, muitas vezes ao orgasmo múltiplo. Caso não se consiga alcançar com o pênis, parceiro deverá introduzir o dedo cerca de 4 a 5 centímetros dentro no canal vaginal e, em seguida, estimular a região anterior com toques de pequenas e médias pressões. Para uma melhor exatidão de como achar o ponto G, o homem deve imaginar um relógio dentro do canal vaginal e tentar apertar a área correspondente ao que seria entre 11 e 1 hora.
Há também formas de experimentar comprando estimuladores de ponto G à venda em lojas eróticas como este aqui. Criado para proporcionar o máximo de prazer para a mulher, este produto de textura macia excita o clitóris, através de cerdas, ao mesmo tempo que estimula o ponto G. Essas sensações são aumentadas pelo eficiente vibrador em sua base, o qual é removível e pode ser utilizado separadamente. Pode ser usado durante o banho.
Pode ainda, aprender com quem entende profundamente deste tema, o Andrade Sali, ele ensina passo a passo como localizar e estimular o ponto G levando a mulher a ter múltiplos orgasmos. Você vai estar sempre nas cabeças das mulheres depois de colocar em prática os ensinamentos deste ebook.
Devemos sempre lembrar que o prazer deve ser mútuo e, na maioria das vezes, é do homem a responsabilidade de saber como fazer uma mulher ter orgasmo.

Fonte:http://www.saudesublime.com/como-encontrar-o-ponto-g-e-levar-a-mulher-ao-orgasmo/
Postar um comentário

VIDA SUBMARINA SELVAGEM: ROBÔS REGISTRAM “COME-COME”  NO FUNDO DO MAR Apesar de a maior parte dos  oceanos do planeta  continuar inexp...