segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

4 coisas que você nem imagina que podem estar acabando

Todos sabemos que estamos acabando com nossos recursos naturais, bem como carvão,
 petróleo e água potável, mas você vai se surpreender com algumas coisas do dia-a-dia que
 também podem acabar.

Mesmo que os ‘recursos’ listados não sejam cruciais para a nossa sobrevivência, você não
 gostaria nada de ver eles terminando.

Então aproveite enquanto ainda pode!




1. Chocolate


O delicioso chocolate, sobremesa favorita de muitas pessoas e às vezes até utilizado como
 ‘remédio’ para problemas de TPM, pode não fazer mais parte do nosso dia-a-dia. Isto
 porque a sua produção é muito cara, e colher cacau é extremamente
 trabalhoso. Cada
 colheita leva 5 anos para estar pronta e deve ser feita manualmente
 em um calor escaldante.

A maioria do cacau é proveniente da África, onde os agricultores recebem um salário baixíssimo por dia e o trabalho infantil ainda não é proibido.

Como as leis do comércio justo começam a permear a indústria e o preço do trabalho
 aumenta, os agricultores terão uma grande perda em seus lucros, o que fará com que 
a produção em massa do chocolate seja muito cara. O chocolate talvez não deixe de
 existir, porém o preço que você pagará por ele será muito alto.

2. Bacon



De acordo com a Associação Nacional do Porco na Grã-Bretanha, há uma escassez
 mundial “inevitável” de bacon. Os fatores responsáveis vão desde a redução de produção
 por parte dos suinocultores para tentar minimizar gastos até epidemias
 de vírus nos porcos.

Embora isso não signifique que os estoques de bacon no mundo vão desaparecer,
 os preços certamente aumentarão.

3. Sardinhas



Este talvez não lhe incomode tanto, mas para os amantes de peixe enlatado, é uma
 notícia terrível. As sardinhas dependem da temperatura da água para sobreviver – exigem
 temperaturas altas para a sua reprodução. Mas a pesca excessiva e o resfriamento das 
temperaturas do mar levou a uma escassez do peixe.

Uma frota de navios canadenses destinados à pesca de sardinhas voltou com redes
 vazias recentemente, o que significa 32 milhões de dólares
 jogados pelo ralo.

Caso a temperatura da água do mar não volte ao ideal para as sardinhas, talvez elas não
 estejam disponíveis nos supermercados por muito
 mais tempo.

4. Vinho



Cerca de 2,8 bilhões de garrafas de vinho são vendidas mundialmente por ano. Porém,
 este número não parece saciar a nossa sede pela bebida. No ano passado, o consumo
 de vinho aumentou em 1%, enquanto a produção caiu cerca de 5% mundialmente
 (e drásticos 10% na Europa), a mais baixa produção
 desde 1960. 

A maior parte da indústria está sendo impulsionada por fornecedores “boutique”, 
que não
 têm os recursos para dar conta da enorme 
demanda.
Postar um comentário

Lei federal cancela carteira de habilitação vencida há mais de 30 dias? Uma corrente no WhatsApp circula com uma notícia falsa que ...