quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Barriga Chapada - TRATAMENTOS COMBATEM A 


GORDURA LOCALIZADA E A FLACIDEZ.



Contagem regressiva para o verão! É nesta época do ano que o número de alunos matriculados nas academias quase dobra, as ruas ficam lotadas de pessoas correndo, caminhando e pedalando e, é claro, que as clínicas de estética aproveitam para faturar. Afinal, quem não quer estar em forma para exibir um corpo perfeito nas praias do Brasil?
Para o Dr. Edilson Pinheiro, cirurgião plástico de Fortaleza, estamos em processo continuo de envelhecimento, por isso, o ideal é manter uma alimentação equilibrada e um programa de atividade física que irão refletir os resultados diretamente no organismo. 
Porém, quando se trata de gordura localizada... Segundo ele, se ela já estiver instalada, é preciso uma boa avaliação com o cirurgião plástico ou dermatologista que indicarão o melhor tratamento para cada caso. “Independentemente do método escolhido, não existe milagre. É necessário dedicação e mudança de hábitos”, ressalta. 
Tratamentos combinados
Não há dúvidas, tanto homens quanto mulheres buscam um corpo saudável e bonito. É esta necessidade que faz o tratamento de redução de medidas ser tão procurado nos meses que antecedem os dias de calor intenso. 

De acordo com o cirurgião plástico Edilson Pinheiro, hoje, o tratamento que proporciona resultados mais efetivos no combate à gordura localizada ainda é a lipoaspiração, e para a flacidez na região abdominal o indicado é a abdominoplastia. 

“São tratamentos cirúrgicos com resultados mais rápidos e duradouros. Porém, se o paciente não desejar fazer a cirurgia pensando no pós-operatório que exige determinados cuidados, como não se expor ao sol, por exemplo, existem várias opções de tratamentos não invasivos que podem dar excelentes resultados, mas que demandam muita disciplina, pois irão requerer mudança na alimentação e inclusão de exercícios físicos regulares”, argumenta o especialista.
Neste processo de redesenhar o contorno corporal, é possível somar várias técnicas com o objetivo de potencializar os resultados. “Normalmente não existe apenas um procedimento ou aparelho que sozinho dê o resultado desejado. Em minha experiência de consultório, procuro associar dois ou três métodos”, explica ele. 
Nos casos de flacidez ou gordura localizada o ideal é utilizar, uma vez por semana, um aparelho de radiofrequência que em contato com a camada mais profunda da pele provoca a aceleração das moléculas de água e um aquecimento controlado (a temperatura do corpo é controlada e não gera nenhum desconforto ou dor). 
“O efeito imediato desse aquecimento é a contração das fibras de colágeno, e o resultado disso é a produção de mais colágeno pelo organismo para dar maior rigidez à pele, que é o objetivo do tratamento de flacidez. Somado à radiofrequência, indico a drenagem linfática, que deve ser realizada de uma a duas vezes por semana, além da carboxiterapia, que também ajuda na circulação”, destaca.
Na opinião do Dr. Edilson Pinheiro, a drenagem linfática é muito importante porque, além de ser um método saudável, já que as manobras aplicadas durante a massagem atuam como um poderoso agente desintoxicante, estimulam a circulação sanguínea liberando as toxinas retidas pelo organismo. A drenagem também facilita a penetração de várias substâncias que podem ser usadas durante as massagens no consultório e que em casa que vão agir nas camadas mais internas da derme e, como benefício adicional, ajuda a melhorar o aspecto da celulite.
Resultados
Alguns métodos prometem combater a gordura localizada e a flacidez, mas é importante alertar que, às vezes, um procedimento pode dar uma ótima resposta para um paciente enquanto que para outro o efeito não será o mesmo, porque cada organismo reage de maneira diferente e algumas pessoas são mais disciplinadas em relação à alimentação e atividades físicas, e ao próprio tratamento.  
“Em cada caso é preciso levar em consideração a genética e a intensidade do problema. É por isso que as respostas são tão individualizadas e imprevisíveis. Algumas  desistem no meio do caminho e dizem que aquele tratamento não  funciona porque chegam com uma expectativa de diminuir, no mínimo, 10 cm nas medidas. Elas precisam entender que isso não é uma cirurgia, e que a redução também é muito variável, pois dependerá muito do tipo de pele, genética. Dai a importância da disciplina para se alcançar o resultado tão sonhado”, finaliza o cirurgião plástico.
Postar um comentário

CONHEÇA A HISTÓRIA POR TRÁS DE UM DOS BEIJOS MAIS FAMOSOS DO PLANETA Você com certeza já viu a foto acima centenas de vezes, não é mesmo?...