sábado, 24 de agosto de 2013

Top 10: as florestas mais devastadas do mundo!
A atividade humana gera impactos nem sempre positivos no planeta. A agricultura, extração de recursos naturais e a caça, por exemplo, podem destruir florestas e arruinar ecossistemas. Veja agora as 10 florestas mais devastadas do mundo, de acordo com a organização Conservation International.
1 – Indo-birmânia
Os rios de lagos da Indo-birmânia abrigam diversas espécies de peixes e tartarugas, incluindo alguns dos maiores peixes de água doce do mundo. No entanto, esses importantes ecossistemas aquáticos estão ameaçados pela destruição das florestas nas planícies aluviais, causada pela expansão do cultivo de arroz. Além disso, os rios foram represados para gerar energia elétrica, o que causou um alargamento dos bancos de areia. Por todos esses motivos, estima-se que apenas 5% da área permaneça preservada.
2 – Florestas da Nova Zelândia
Isolado e distante, o arquipélago que forma a Nova Zelândia é casa de espécies que não existem em nenhuma outra parte do mundo, como o simpático kiwi. No entanto, desde o século 19, a entrada de espécies estrangeiras nas ilhas vem causando o desequilíbrio ecológico nesse ecossistema. Soma-se a isso o impacto da caça, da destruição das florestas e da drenagem dos pântanos e o resultado é a extinção de inúmeros seres vivos.
3 – Arqupélago Indo-malaio
A flora e a fauna da região do arquipélago Indo-malaio – que inclui as ilhas de Bornéu e Sumatra – estão em grave perigo devido à expansão da indústria florestal e do tráfico internacional de animais. Entre as atividades comerciais mais predatórias da região estão a extração de borracha, óleo de dendê e celulose, além do corte ilegal de madeira.
4 – Florestas de Filipinas
Historicamente devastadas pela atividade madeireira, as florestas Filipinas sofrem também com a expansão agrícola. Algo preocupante em um país onde cerca de 80 milhões de pessoas dependem de recursos naturais das florestas para sobreviver.
5 – Mata Atlântica
Inicialmente devastada pelas plantações de café e cana-de-açúcar, a Mata Atlântica conta hoje com apenas 10% de sua área original. Cerca de duas dúzias de espécies vertebradas nativas dessa região brasileira lutam contra a extinção, entre elas o mico-leão-dourado.
6 – Centro-sul da China
A construção da barragem de Três Gargantas, a maior do mundo, a caça, a extração de madeira e o pasto são os principais fatores que estão levando à destruição o habitat do panda gigante, no centro-sul da China.
7 – Província florística da Califórnia
A Província Florística da Califórnia, nos Estados Unidos, possui diversas espécies de flores e abriga o maior organismo vivo do planeta, a Sequoia Gigante. Há séculos ameaçada pela agricultura comercial, a região já presenciou a extinção do urso cinzento e de outros animais.
8 – Florestas costeiras da África Oriental
As florestas costeiras da África Oriental também são ameaçadas pela expansão agrícola. Neste caso, o solo pobre, o crescimento populacional e a agricultura de subsistência são os principais responsáveis pela drenagem dos recursos naturais da região.
9 – Ilha de Madagascar
Casa dos lêmures e de outras diversas espécies que só se desenvolveram ali, Madagascar sempre foi um exemplo de biodiversidade. No entanto, estima-se que apenas 10% do ecossistema original da ilha ainda exista, devido à caça, à extração de madeira, à mineração e à agricultura.
10 – Florestas Afromontane
Assim como na maioria das áreas tropicais, as florestas Afromontane, que vão desde a Arábia Saudita até o Zimbábue, estão seriamente ameaçadas pela atividade agrícola, em especial pelas plantações de banana, chá e feijão.
Postar um comentário

CONHEÇA A HISTÓRIA POR TRÁS DE UM DOS BEIJOS MAIS FAMOSOS DO PLANETA Você com certeza já viu a foto acima centenas de vezes, não é mesmo?...