quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Para seguir a carreira de músico, parece ser obrigatório ter fases rebeldes e histórias polêmicas. O cantor teen Justin Bieber passa por esse momento em sua trajetória. Mas, antes dele, Ozzy Osbourne e outros roqueiros já se envolveram com drogas, prisão e brigas.



PUBLICIDADE
Foto: 15 astros do rock e suas histórias polêmicas e rebeldes / Crédito: Reprodução

15 astros do rock e suas histórias polêmicas e rebeldes. Veja!
O cantor Justin Bieber está em uma fase tumultuada de sua carreira: envolvido em escândalos de traição, brigas e processos judiciais. E ao que parece, ter uma trajetória marcada por fatos polêmicos é quase um item obrigatório para quem quer seguir na carreira musical. A história do rock tem inúmeros protagonistas rebeldes, como Ozzy Osbourne, Kurt Cobain e - acredite - John Lennon. Conheça quinze músicos polêmicos e rebeldes!
1.  Keith Richards
Com uma mesma frase, o guitarrista Keith Richards, da banda Rolling Stones, provocou uma polêmica “dupla”, que envolve uso de drogas e a morte de seu pai. Em 2007, em entrevista ao jornal britânico New Music Express, o músico afirmou: “a coisa mais entranha que eu tentei cheirar? Meu pai. Eu cheirei meu pai. Ele foi cremado e eu não pude resistir a misturá-lo com um pouco de pó (cocaína). Meu pai não teria se importado, ele não dava a mínima”, disse.
Keith Richards lança sua autobiografia
2. Jim Morrison

Em 1967, Jim Morrison - o compositor e vocalista do The Doors - foi o primeiro astro do rock a ser preso no palco. Durante um show, o músico gritou com um policial e ainda pediu que a autoridade fizesse sexo com ele. Por causa disso, Jim foi acusado de perturbação da ordem pública, resistência à prisão e atentado ao pudor.
Jim Morrison
3. Kurt Cobain
O vocalista do Nirvana sempre foi polêmico. Em 1992 se apresentou em um evento de apoio aos direitos dos homossexuais - assunto delicado para a época - que proibia as escolas do estado estadunidense de reconhecer ou aceitar os direitos LGBT. Cobain foi alvo de crítica dos mais conservadores.
Mas isso não é tudo, o cantor ainda afirmou ser a famor do movimento pró-aborto e sofreu ameaça de morte de ativistas.
Por conta do seu vício em heróina, o  'Los Angeles Country Departmente of Children's Services' chamou Cobain a corte alegando que o excesso de drogas o tornava um pai inapto para cuidar de sua filha.
Kurt Cobain
4. Courtney Love
Courtney Love, apenas por ser a viúva do cantor Kurt Cobain, é alvo de polêmicas. Mas ela também tem a sua própria lista de histórias rebeldes. A revista Vanity Fair publicou, na década de 1990, uma entrevista em que Courtney afirma que usou heroína durante a gravidez. A roqueira desmentiu os boatos, mas, mesmo assim, tornou-se alvo da imprensa sensacionalista. O casal perdeu a guarda de Frances Bean Cobain quando a menina tinha apenas duas semanas de vida.
Courtney Love
5. Ozzy Osbourne
Ozzy Osbourne, o “pai” do heavy metal, escreveu a música “Suicide Solution” (ou mistura suicida, em tradução livre) quando ainda era vocalista do Black Sabbath. A canção fala sobre a relação problemática do cantor com as drogas. Em 1984, John McCollum, um jovem de 19 anos, suicidou-se com um tiro na cabeça enquanto escutava a música de Ozzy.
Mas Ozzy coleciona polêmicas. Na década de 1980, durante a turnê “Noite dos Mortos Vivos”, o cantor lançava ao público intestinos de porcos. Até que um dia um fã jogou um morcego morto no palco. Ozzy mordeu o pescoço do animal e ficou conhecido como “Príncipe das Trevas” e devorador de morcegos.
Dia mundial do rock
6. Janis Joplin

De acordo com O livro dos mortos do rock – revelações sobre a vida e a morte de sete lendas do rock’n roll, Janis Joplin tinha um apetite sexual insaciável. A cantora chegou a declarar que foi para a cama com quase 2 mil homens e centenas de mulheres.
Janis Joplin
7. John Lennon
Em março de 1966, em uma entrevista para o jornal inglês The Evening Standard, John Lennon afirmou: “O cristianismo vai desaparecer. Vai diminuir e encolher.Hoje nós (Beatles) somos mais populares que Jesus. Não sei quem vai desaparecer primeiro, o rock’n roll ou o cristianismo”. O depoimento causou revolta na igreja católica e os religiosos queimaram imagens dos integrantes da banda em público.
John Lennon
8. Chorão

Durante uma briga, Chorão quebrou o nariz de Marcelo Camelo, vocalista da banda Los Hermanos. E na lista de polêmicas de uma fase rebelde da vida, o ex-líder do Charlie Brown Jr. tem também uma briga com uma fã. Durante uma gravação do programa Altas Horas, em 2004, Chorão humilhou uma estudante no decorre de uma discussão sobre o comercial de uma marca de refrigerantes. “A patricinha da plateia usa piercing, roupas e até a calcinhas compradas pelo papai”, disse. A menina começou a chorar e o cantor continuou: “na boa, eu pago as minhas contas”.
Chorão, da banda Charlie Brown Jr
9. João Gordo

João Gordo tentou inovar o estilo punk da banda Ratos de Porão inserindo às canções elementos do thrash metal - uma subdivisão do heavy metal que tem mais velocidade e peso do que as demais. A comunidade punk o acusou de “traidor do movimento”. A história nem é tão pesada e rebelde assim, não é mesmo? Mais tarde, como apresentador da MTV, João inseriu uma polêmica ao seu “currículo”. Um fã perguntou: “Qual é a salvação do rock?”. A reposta foi enfática: “Acho que é mandar matar o Caetano Veloso, disse.
Também nos palcos da MTV Gordo se envolveu em outra polêmica, dessa vez com o ator Dado Dolabella. Durante o programa Dado fez uma brincadeira com uma machadinha, um pedaço de pai e uma corrente tentando intimidar o apresentador. Gordo não deixou barato e os dois começaram uma discussão com palavrões e parte do cenário do programa 'Gordo a Go Go' foi destruído.
João Gordo
10. Jimi Hendrix
Em 1969, Jimi Hendrix foi preso no Aeroporto Internacional de Toronto, no Canadá, porque sua bagagem tinha, além de roupas, heroína. O cantor sofria de bipolaridade e costumava maltratar fãs que insistiam em pedir que ele tocasse uma ou outra música durante os shows.
Jimi Hendrixdi
11. Dinho Ouro Preto

Dinho Ouro Preto teve sérios problemas com drogas. Em entrevista ao Jornal da Tarde, em julho de 2010, o líder do Capital Inicial assumiu a dependência. “Uma vez, um cara foi em casa e levou mescalina (alucinógeno natural). Quando acordei, ele tinha levado todo o meu dinheiro. Era uma época em que as bandas misturavam rock com música eletrônica. Entrei de sola nisso e todo o universo em volta de ácido, ecstasy”, contou.
Dinho Ouro Preto lança CD solo no Rio
12. Jimmy Page

Em entrevista à revista Guitar World em 2003,  Jimmy Page, guitarrista do Led Zeppelin, declarou: "Não posso falar pelos outros membros da banda, mas para mim, as drogas eram parte integrante da coisa toda, do início ao fim". O músico também ficou conhecido com o seu interesse pelo ocultismo - estudo dos fenômenos sobrenaturais. 
The Ivor Novello Awards - premiação da música britânica
13. Marilyn Manson
A lista de rebeldias de Marilyn Manson é longa! O cantor já rasgou bíblias durante seus shows e já usou cacos de vidro e pedaços de garrafas para cortar o corpo. Em 2009, o videoclipe da música “Running to the edge of the world” causou revolta. Nele, uma jovem é agredida e morta. Detalhe: a sequência de cenas contempla todos os fatos.
Marilyn Manson
14. Raul Seixas
Raul Seixas - um dos pioneiros do rock brasileiro - era adorador assumido de Aleister Crowley, o fundador da “igreja de satanás”. O cantor e o escritor Paulo Coelho, seu colega, faziam parte de uma seita satânica.
Raul Seixas
15. Axl Rose
Axl Rose, o líder da banda Guns N' Roses, é um brigão assumido. Já discutiu com os companheiros de banda e até com jornalistas e fotógrafos. O cantor, é claro, já foi preso por seu comportamento explosivo. A prisão aconteceu na Suécia, quando Axl agrediu um segurança no hall de entrada do hotel em que estava hospedado.
Axl Rose, vocalista da banda Guns N' Roses
Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...