segunda-feira, 8 de julho de 2013

Quantos anos um cachorro pode viver?

Essa é uma curiosidade de muita gente afinal, seja um filhotinho ou um cão idoso, nós sempre queremos saber quantos anos ele vai viver perto da gente, não é mesmo?
Bom, antes de mais nada é preciso dizer que existem vários fatores que determinam o quanto um cachorro deve viver. Coisas como:
Assim, como nós, seres humanos, os cães estão sujeitos a ação de vários fatores que irão ser responsáveis pelo prolongamento da sua vida, ou seu inverso, pela morte precoce.

Você sabia…
  • 80% dos cães podem morrer pela falta de uma vacina que custa R$ 50,00/ano – vc sabe qual é? Seu pet está protegido?
  • 90% das pulgas não estão no animal – vc sabe onde estão, e como cuidar disso?
  • Vc se lembra quando vencem as vacinas do seu pet? Nesse momento ele está imunizado ou correndo perigo?
Nós podemos te ajudar! Com o nosso acompanhamento, seu animal ficará ainda melhor protegido. Entre para a Animale e dê uma vida mais saudável e feliz ao seu pet!

O que podemos dizer é que, de maneira geral, a regra é: quanto MAIOR um cão MENOS ele vive – e sua ordem inversa, claro: quanto MENOR um cão, MAIS ele vive.

Curiosidade: já reparou que os gatos vivem mais do que os cães? Um dos motivos disso está associado ao fato deles serem menores do que a grande maioria dos cães – salvo algumas excessões, pois existem sim, gatos maiores do que muitos cães.  Não acredita? Veja esse post sobre a raça Maine Coon.

Relação tamanho x expectativa de vida
Se tivéssemos de criar uma classificação quanto ao tamanho e expectativa de vida dos cães, ela seria mais ou menos assim:
  • Raças de cães pequenos, como o Poodle miniatura, o Chihuahua e o Shih Tzu tendem a entrar na idade geriátrica por volta dos 8 anos de idade, e chegam a viver 15.
  • Cães de tamanho médio, como Beagle, também ficam velhos por volta dos 8 anos mas devem viver menos, algo entre 10 e 14 anos.
  • Já os cães de raças gigantes se tornam velhos entre os 5 e 8 anos, vivendo muitas vezes um tempo inferior a 10 anos.
É importante destacar que isso é uma média geral – eles tanto podem viver mais, quanto menos, dependendo de uma série de fatores. Mas esses números já servem para você se basear.

ATENÇÃO:  com o inverno, é muito comum os casos de uma doença que seu pet pega e que pode ser passada para você também! Leia nosso post sobre Tosse dos Canis e fique por dentro!

Causas de mortes prematuras
Uma grande parte desses animais pode morrer por causa de câncer, doenças metabólicas, diabetes e…. falta de conhecimento de seus donos.
Sim, muitos dos problemas que geram a morte de animais poderia ser evitado ou combatidos de forma eficiente se seus donos soubessem o que fazer antes da doença ou problema aparecer ou num tempo apropriado. Mas…
…o que acontece é que na grande maioria das vezes os cães vivem apenas 2/3 do que deveriam viver. Dos 15 anos possíveis, apenas 10.
Pense: isso é o mesmo que um homem que deveria viver 80 anos viver apenas 52. Percebeu a diferença? Grande, não é?
Pior: um estudo feito alguns anos atrás revelou que uma grande parcela da população canina enfrenta dificuldades para ultrapassar os 3 anos de idade. A maior incidência de morte nesse período diz respeito a falta de cuidados, como a vacinação correta.
Então, a pergunta que se faz é: como conseguir prolongar a vida de meu pet, proporcionando a ele uma vida mais saudável e feliz? Com conhecimento!

Leia revistas, acesse sites, informe-se!

Apenas um dono bem informado pode proporcionar ao animal 1 vida que se prolonga. Por isso insistimos para que você se cadastre na Animale. Podemos te ajudar a dar a melhor vida possível ao seu pet!



Pets x Inverno
Você sabe quais cuidados deve ter com seu pet durante o inverno? Não? Baixe nosso e-book especial Pets x Inverno e não deixe seu animal desprotegido.
São dezenas de dicas bacanas para te ajudar a dar ao seu cão ou gato a melhor vida possível nesse período! Baixe! É grátis!






Postar um comentário

MELHORE SUA ATENÇÃO: VEJA 10 ALIMENTOS QUE AJUDAM SEU CÉREBRO A RENDER MAIS Nem sempre nós conseguimos ter hábitos que nos ajudam a mant...