sexta-feira, 21 de junho de 2013


As fobias mais bizarras que existem

17 fobias extremamente bizarras

Todo mundo sente medo de alguma coisa, seja de barata, altura, avião ou de ladrão. No entanto, quando esses medos se tornam exagerados e fora de controle, eles passam a se caracterizar como fobias, podendo transformar a vida das pessoas que os sentem em verdadeiros pesadelos.
Alguns desses transtornos são bastante conhecidos, como é o caso da aracnofobia e da claustrofobia, por exemplo, mas também existem casos de medos mórbidos pra lá de estranhos.

1 – Medo de cozinhar


Coitados dos que sofrem desta fobia estranha, pois devem ser chamados de preguiçosos o tempo todo por aqueles que costumam pilotar o fogão. Chamada de mageirocofobia, esse medo bizarro pode ser bem mais sério do que parece, pois pode levar quem sofre dele a seguir uma dieta bem pouco saudável. Além disso, os mageirocofóbicos também podem se sentir extremamente intimidados por quem manda bem na cozinha.

2 – Medo de atravessar a rua


Imagine só, nos dias de hoje, as dificuldades enfrentadas por alguém que tenha pavor de atravessar a rua! E não só de atravessá-las, mas das próprias estruturas, sejam elas qualquer tipo de rua, estrada, travessias etc. O nome dessa fobia é agyrofobia, a qual apresenta diversos estágios de gravidade — mas, independente do grau, pode tornar a vida de quem sofre dela muito difícil nas cidades.

3 – Medo de demônios


Este é um medo até compreensível, vai! Mas quem é diagnosticado com a demonofobia — como esta fobia é chamada — sofre de um pavor anormal e persistente de seres demoníacos. Assim, essas pessoas morrem de medo de perambular por lugares ermos e escuros, ouvir histórias de terror e correm de filmes sobre possessões e exorcismos, mesmo sabendo que a ansiedade que sentem é totalmente irracional.

4 – Medo de espelhos


Tudo bem que nem sempre gostamos do que vemos quando nos olhamos no espelho, e há até quem tenha algumas superstições relacionadas a esses objetos. Contudo, algumas pessoas sofrem de um medo irracional de espelhos, e essa fobia é conhecida como eisoptrofobia. Ela está mais relacionada ao sobrenatural e ao pavor de ver espíritos ou outros seres refletidos no objeto, mas também pode envolver o medo de encarar a própria imagem.

5 – Medo de comer em público

Fonte da imagem: shutterstock
Neste caso, a fobia — também conhecida como deipnofobia — não é de simplesmente almoçar ou jantar em público, mas de ter que interagir com outras pessoas nessas ocasiões. Temos que admitir que algumas situações são complicadas mesmo, como ter que almoçar com o pai ciumento da namorada ou enfrentar jantares de família, mas as pessoas que sofrem desse medo simplesmente evitam a qualquer preço esse tipo de situação.

6 – Medo de se sentar


Existem inúmeras possíveis causas para esta fobia maluca, também conhecida como catisofobia. As pessoas que sofrem dela sentem um medo absurdo e irracional de se sentar, seja onde for, e a situação pode variar de inquietação forte a aversão mórbida. Além disso, em alguns casos, os catisofóbicos inclusive sentem grande ansiedade na hora de se deitar.

7 – Medo de bonecas


Tudo bem que existem alguns bonecos que são meio assustadores mesmo, e diversos filmes de terror e até lendas urbanas ajudaram a espalhar o medo a determinados brinquedos. No entanto, esta fobia, também conhecida como pediofobia, consiste na aversão a qualquer tipo de bonecos — incluindo manequins, robôs e fantoches —, e está relacionada à sensação de que esses objetos sejam seres com vida própria.
Obviamente, como você sabe, a lista de fobias existentes é enorme e cheia de medos insanos, e nesta matéria mencionamos apenas uma pequena fração das mais estranhas. E você, leitor, se lembra de mais fobias bizarras, diferentes das que descrevemos acima? Quem sabe você conheça alguém que sofre de alguma delas?

 Fonte:http://www.vakapreta.com.br/2013/06/as-fobias-mais-bizarras-que-existem.html
Postar um comentário

TALVEZ DESCONHEÇA SOBRE OS BURACOS NEGROS 1 – Eles não foram descobertos por Einstein Apesar de muita gente associar a descoberta dos ...