terça-feira, 2 de abril de 2013


A internet e a falta de educação


imageA internet foi das melhores invenções que surgiram nos últimos tempos, sem dúvida alguma. Com ela veio a possibilidade de dividir saberes, trocar informações, se comunicar de forma instantânea e de se relacionar independente da distância física.
Claro que todo esse conforto ao alcance da nossa tela do computador fez com que certos hábitos ficassem esquecidos por aí. Claro que isso não é culpa da web, mas de quem a usa. E o que ficou esquecido em algum lugar longínquo, foi a educação.
Não estou falando do tipo de educação que envolve dar bom dia, boa tarde ou boa noite para todos. Na rede isso é formalidade. Estou falando de coisas muito mais simples, elementares. Coisas necessárias para a boa convivência: o respeito.
Aliás, o ponto de partida para esse post foi um twettie que Rosana Hermann encontrou por aí: algo que mostra bem a finesse, o jeitinho…
image
Há quanto tempo os fóruns e redes sociais viraram espaço de pessoas sem senso? 
Pelo jeito há muito tempo. E não por assuntos que sejam lá minimamente dignos de discussão, e nem discussões civilizadas. O espírito da inquisição vem por motivos cada vez menores, e as vezes (ou muitas) apenas na intenção de causar.
É muito comum acessar comentários em sites de noticias, e ver aquele ringue de luta livre, com ofensas em CAPS LOCK para tudo que é lado e cheios de erros de português…
Aliás, por que a princípio, quase todo troll é analfabeto? Os erros de português mais grotescos que se encontram pela rede geralmente são desses singelos indivíduos. Mas, deixa pra lá, esse assunto já dá outro post, então vamos voltar ao assunto:
Há quanto tempo as pessoas esqueceram que educação é pra se usar?
É estranho ver tanta gente fazendo escarcéu para ter atenção, quando a educação ainda é a melhor arma para se conseguir muita coisa. E o mais engraçado, é que quando a resposta do sujeito que foi interpelado com essa finesse também segue esse padrão, a acusação é justamente de má educação.
Vai entender…         

Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...