terça-feira, 5 de março de 2013


Você Sabia Que A Posição Em Que Dormimos Revela Quem Somos



Quem dorme como uma princesa é criteriosa com suas escolhas e só se contenta com o que é bom Foto: Getty Images
Quem dorme como uma princesa é criteriosa com suas escolhas e só se contenta com o que é bom
Foto: Getty Images
Segundo uma pesquisa feita por Chris Idzikowski, diretor do Serviço de Aconselhamento e Avalição do Sono, no Reino Unido, a posição na qual dormimos revela traços da nossa personalidade. Veja as mais comuns, identifique a sua e confira se as características descritas têm a ver com você
Feto (Dorme encolhida, como um bebê)
Quem dorme nessa posição é sensível e tímida. Esse seu lado reservado pode fazer com que pareça um pouco dura, mas isso é só aparência, porque você tem muita sensibilidade.
Paraquedista (Dorme de barriga pra baixo)
Você está sempre rodeada de amigos, fala o que pensa, parece de bem com a vida, mas no fundo pode ser frágil e um pouco nervosa. Costuma reagir ao ser criticada.
Poste (Dorme de lado, com os dois braços do mesmo lado)
Confia rapidamente em todos. O problema é que, às vezes, se dá mal com a sua ingenuidade e por acreditar nas pessoas erradas.
Estrela-do-mar (Dorme de costas e com os braços abertos ao redor do travesseiro)
Faz amizades facilmente porque está sempre disposta a ajudar e a ouvir. Ser o centro das atenções não é com você, que prefere ficar nos bastidores.
Pega-pega (Dorme deitado de lado com os joelhos semiflexionados)
Você demora a tomar decisões, é rígida e desconfiada. O ponto positivo é que, com isso, você se protege de ciladas, seja no trabalho, seja nos relacionamentos.
Bela adormecida (Dorme suavemente, como uma princesa)
Você é criteriosa com suas escolhas e só se contenta com o que é bom. Reservada, prefere o silêncio a qualquer agitação.
fonte:http://musicaecinema.com/120-dias-de-sodoma-filmes-mais-polemicos-da-historia/
Postar um comentário

CONHEÇA A HISTÓRIA POR TRÁS DE UM DOS BEIJOS MAIS FAMOSOS DO PLANETA Você com certeza já viu a foto acima centenas de vezes, não é mesmo?...