segunda-feira, 18 de março de 2013

Saiba quais são os carros populares mais frágeis do Brasil em colisões


Saiba quais são os carros populares mais frágeis do Brasil em colisões
Criado pela FIA (Federação Internacional do Automóvel), o LatinNCAP testa desde 2010 alguns dos principais carros vendidos na América Latina. O resultado das avaliações quase sempre é assustador: a maior parte dos populares obteve péssimos resultados nos testes de impacto. Saiba quais foram os piores nas próximas imagens.
Um dos primeiros a ser testados pelo LatinNCAP, o Chevrolet Celta ganhou apenas uma estrela para a proteção aos ocupantes do banco dianteiro — a nota máxima é de cinco estrelas. A unidade avaliada tinha motor 1.4 (no Brasil ele só é vendido com motor 1.0), mas isso não influenciou o resultado. O Celtacontinuará a ser vendido em 2014, equipado com airbag duplo e ABS.
Fabricado em São José dos Pinhais (PR), o Renault Sandero também ganhou apenas uma estrela no quesito proteção para adultos nos bancos dianteiros. O LatinNCAP destacou que os pés do motorista poderiam ser machucados, pois os pedais foram deslocados com o impacto. O compacto ainda não conta com ABS e airbag de série, itens que devem chegar junto com a nova geração, no final deste ano.
A descrição do teste do Ford Ka é impressionante: "No impacto frontal, a cabeça e o peito dos passageiros bateram no volante e o aro foi arrancado da coluna de direção", o que explica a nota de uma estrela. O airbag não é mais oferecido no compacto, nem como opcional. O Ka sairá de linha no final deste ano.
A nota do Peugeot 207 foi um pouco melhor em relação à outros concorrentes, mas ficou apenas com uma estrela. A justificativa da nota pelo LatinNCAP é enfática: "A classificação para o veículo limitou-se a 1 (estrela) devido ao inaceitável alto risco de lesões mortais para a cabeça do motorista apresentado pelo volante". Apesar da chegada do 208 a Peugeot manterá a produção do 207, que pode ser produzido no ano que vem equipado com airbag duplo e ABS.
Com uma das piores notas do LatinNCAP, o Chevrolet Classic "bombou" por não ter airbag — o item é oferecido como opcional, junto com o ABS, e a dupla só será de série em 2014. Porém a adoção dos equipamentos não deve melhorar muito a nota atual de uma estrela para o sedã. No impacto parte do assoalho do carro se rompeu, indicando resistência estrutural deficitária.
Por ser um projeto atual o novo Fiat Uno decepcionou nos testes, ganhando apenas uma estrela. É verdade que a versão testada não tinha airbag — o equipamento agora é de série na linha 2013. Porém danos na carroceria indicam que somente uma reforma estrutural poderia melhorar o desempenho do hatch.
Apesar de seu projeto ser relativamente recente (de 2008), o Volkswagen Gol levou apenas uma estrela por não ter airbag — com o equipamento, que será de série a partir de 2014, o hatch ganhou três estrelas.
Fonte:http://www.carrosemarcas.com/ver/noticia/1/6849/3/saiba-quais-sao-os-carros-populares-mais-frageis-do-brasil-em-colisoes/
Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...