terça-feira, 12 de fevereiro de 2013


Top 5 invertebrados que são perigosíssimos


5. Lagosta Gigante da Tasmânia
5
  
A ilha de Tasmânia é conhecida pelo célebre animal que virou desenho animado. O pobre diabo da Tasmânia, contudo, não é nada perigoso perto de um outro habitante do local:Astacopsis gouldi, mais conhecido como lagosta gigante da Tasmânia. Trata-se de um artrópode que parece uma assustadora lagosta negra, pode passar de 70 cm de comprimento e tem a notoriedade de causar ferimentos horríveis às pernas de aventureiros que se deslocam pelos rios da região. Uma série de amputações já foi resultado de seus ataques. É o maior invertebrado de água doce do mundo, mas está em extinção.

4. Lula de Humboldt

4
  
A Corrente de Humboldt, que passa pelo Oceano Pacífico, é o lar deste molusco que recebe um apelido bem menos amistoso: diabo vermelho. Esta lula é conhecida por uma característica não muito comum entre os animais de nossa lista: atacam em grupo. A vítima inocente (que muitas vezes é bem maior do que os 1,8 metros que a lula de Humboldt atinge) é geralmente cercada pelos diabos vermelhos, arrastada para as profundezas e de lá não tem chance de sair viva.

3. Corsário Negro

3
Ele não passa de 5 centímetros de comprimento, mas sua picada é uma das mais doloridas conhecidas pela ciência. Seja qual for o ponto da pele humana atingida pelo corsário negro (Melanolestes picipes), a irritação é imediata, atingindo inclusive os tecidos que o veneno alcança.

2. Cerambicídeo gigante

2
  
Tamanho não é documento no mundo dos insetos quando o assunto é perigo. Mas existe um besouro gigante que chega a passar de 17 centímetros de comprimento, o triplo de um besouro comum. Titanus giganteus tem uma mordida tão poderosa que corta galhos de árvore ao meio. Embora não sejam carnívoros (não atacariam uma pessoa em circunstâncias normais, portanto) podem muito bem fazer o mesmo com um dedo humano, por exemplo, se sentirem necessidade de se defender.

1. Besouro-roda

1
São necessários vários meses para se curar completamente de uma picada deste inseto, que habita as florestas da América do Norte. A toxina liberada por Arilus Cristatus, em uma picada, tem simplesmente o poder de dissolver a carne humana. Embora não chegue a matar, deixa cicatrizes horríveis que jamais desaparecem. Para completar o caráter amedrontador deste inseto, seu corpo tem um apêndice sobre a cabeça que parece uma lâmina giratória, daquelas que cortam carne no açougue. Horripilante
Fonte:http://dongnoticias.blogspot.com.br/2013/02/top-5-invertebrados-que-sao.html.
Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...