terça-feira, 29 de janeiro de 2013


Qual a espessura da crosta sob a Antártica?


http://www.ciencia-online.net/2013/01/qual-espessura-da-crosta-sob-antartica.html
Muita da investigação na Antártica centra-se no gelo, pois trata-se de uma calota de gelo gigante com 3.800 metros de espessura a cobrir cerca de 99% do continente. Mas sob essa camada de água congelada, a Antártica, à semelhança das seis outras massas importantes no planeta, é feito de crosta continental.

Agora, os pesquisadores analisaram dados sísmicos do continente permitindo-lhes elaborar um novo mapa que mostra a profundidade da crosta da Antártica. Com uma resolução de 1 grau por 1 grau, o mapa (detalhado num estudo publicado online a 12 de janeiro na revista Tectonophysics) fornece a visão mais detalhada da variações na espessura da crosta da Antártica.

"A Antártica representa o continente menos conhecido, mas o pouco que sabemos aponta a importantes peculiaridades geológicas", disse Alexey Baranov, geofísico da Academia Russa de Ciências, que liderou o estudo. "A estrutura crustal é uma chave para a compreensão dos processos geodinâmicos últimos" e eventos que moldaram a superfície da Terra.

A equipa modelou a espessura da crosta terrestre da Antártica, procurando por uma fronteira sísmica chamada de Moho, ou a descontinuidade de Mohorovicic. A Moho representa a fronteira entre a crosta terrestre e o seu manto. Ondas sísmicas primárias (P-ondas) têm a sua velocidades acentuada quando atingem a Moho, por isso é um limite relativamente fácil para os geofísicos reconhecerem.

A crosta mais antiga da Antártica, que remonta às eras do Arqueano e Proterozóico, variam 36 a 56 km de profundidade, de acordo com a análise de Baranov. A crosta continental mais nova, que se encontra no Sistema de Rift da Antártica Ocidental, atinge profundidades de 16 a 28 km. Em todo o continente, a Moho tem uma profundidade média de 33,8 km.

O novo modelo de espessura crustal da Antártica difere das estimativas anteriores em até 24 km - 30% - pois inclui uma grande quantidade de dados que não foram incorporadas nos modelos anteriores, afirma Baranov. Uma vez que muitos parâmetros geofísicos, incluindo campo de gravidade da Terra, são sensíveis a variações na espessura da crosta, os dados de Baranov serão importante para outros pesquisadores estudarem os processos geodinâmicos que moldaram o continente.

Várias características geológicas tornam a crosta da Antártica particularmente interessante, diz Baranov. O continente tem vários antigos crátons estáveis ​​(pedaços de crosta continental preservado por milhares de milhões de anos), juntamente com cadeias de montanhas e fendas (áreas onde a crosta está separada), todos quase completamente cobertas por gelo. O sistema de rift ocidental da Antártica é a maior zona de rift do mundo.
Fonte:http://www.ciencia-online.net/2013/01/qual-espessura-da-crosta-sob-antartica.html

Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...