quinta-feira, 22 de novembro de 2012


Sapos coloridos e venenosos

 
Dendrobates azureus
Atualmente o Brasil possui cerca de 913 espécies de anuros (sapo, perereca e rãs) e a grande maioria se concentra nas regiões de Mata Atlântica e Amazônia (SBH, 2012). Sabe-se através dos mitos e crenças populares, que os sapos são muito venenosos, e ainda dizem que estes animais atiram leite em nossos olhos, coisa que não é verdade. Todos os anuros em si, possuem substâncias tóxicas em toda superfície corporal, que estão associadas ao muco que a maioria produz para manter a pele constantemente úmida para facilitar as trocas gasosas. 

Sapos de grande porte como o Rhinella schineideri (sapo cururu) já não possuem este muco em sua superfície, possuem na verdade várias verrugas que contém a substância tóxica. Há ainda, duas grandes glândulas produtoras destas substâncias próximas à cabeça destes animais, e quando pressionadas podem sim jogar/espirrar esta substância alguns metros, mas o animal em si não consegue fazer isso sozinho.

Por outro lado, existem sapinhos que aparentemente são inofensivos, mas que na verdade são mortais! Estes animais são abundantes na Amazônia e fazem parte da família Dendrobatidae. São pequenos, e suas características principais são as cores chamativas, o que fazem deles animais respeitados pelos outros animais que se alimentam de anuros. Cobras, aves, lagartos não se atrevem a sequer tocá-los pois sabem que serão mortos! Os índios nativos destas regiões passam suas flechas na superfície corporal destes anuros, para caçarem animais, que rapidamente são mortos!

Estes animais geralmente realizam o mimetismo, veja neste post Mimetismo - Adaptações Especiais o que é e porque praticam este ato, usando suas cores.

Vejamos alguns destes anuros dendrobatídeos:

Dendrobates pumilio
Oophaga pumilio ou Dendrobates pumilio espécie que possui grande variação de cores e grande toxicidade do seu veneno - AtlasImages/Getty Images/iStockphoto














Phyllobates terribilis
Pode chegar a 5cm quando adultos, possui o veneno mais letal entre os sapos tanto para os homens quanto para os demais animais, é encontrado na Colômbia - Dirck Ercken/Getty Images/iStockphoto












Dendrobates auratus
Indivíduo localizado nas florestas da América do Sul e Central - Shane Partridge/Getty Images/iStockphoto












Dendrobates azureus
Este animal possui cores chamativas que advertem os possíveis predadores. Contém um potente veneno neurotóxico na pele - Brando Alms/Getty Images/iStockphotos












As cores dos dendrobatídeos servem como alerta aos predadores - Sascha Gebhardt/Getty Images/iStockphoto. Abaixo temos outro indivíduo do gênero Dendrobates sp.



Dendrobates tinctorius
Espécie também conhecida como sapo garimpeiro, é encontrado nas florestas da América do Sul e Central - Dirk Ercken/Getty Images/iStockphotos.













Atelopus zeteki
Rã dourada do Panamá é vista no Nispero Zoo, localizado no Valle de Anton, Panamá - Carlos Jasso/Reuters












Dendrobates articulatus
A espécie é encontrada em florestas da América Central e do Sul como no Peru - Nicola Vernizzi/Getty Images/iStockphoto













Postar um comentário

MELHORE SUA ATENÇÃO: VEJA 10 ALIMENTOS QUE AJUDAM SEU CÉREBRO A RENDER MAIS Nem sempre nós conseguimos ter hábitos que nos ajudam a mant...