terça-feira, 16 de outubro de 2012


Você sabe o que é a Maçonaria?

Os maçons se dizem iluminados e consideram o restante da humanidade, ou seja, aqueles que não fazem parte da ordem, como “profanos” . Eles consideram que cruzaram a linha divisória que separa o sagrado do profano, eles são os “iniciados” na arte divina.
Em seus livros é dito que a ordem maçônica é uma associação de homens sábios e virtuosos que vivem em perfeita fraternidade e igualdade com os seus irmãos iniciados, unidos por laços de estima, confiança e amizade, vivendo na prática das virtudes e pela eterna busca da verdade.
Seu alicerce é composto por um sistema de moral, representado por alegorias (alusões) e ilustrado por símbolos.
Seus principais objetivos são:
  • Eliminar todos os tipos de preconceito nos homens, como os de religião, cor, nacionalidade e opinião.
  • Eliminar as superstições e o fanatismo.
  • Chegar ao progresso de forma livre e pacífica, através de um modelo de justiça eterna e universal, aonde os homens possam desenvolver livremente suas faculdades mentais de que estejam dotados, para o bem da sociedade e a comum felicidade dos seres humanos, transformando a humanidade em uma só família de irmãos unidos pelo afeto, cultura e trabalho.
A Maçonaria é uma instituição fraternal, da qual se ingressa para doar-se; Que procura meios para se realizar o bem e exercitar a benevolência, como um dos processos de evolução para se alcançar a perfeição; Prega a luta pela fraternidade, a prática da tolerância, deseja a união dos seres pelo amor e pela vontade de contribuir para o bem do próximo.
A Maçonaria é uma instituição que tem como sua característica principal, o aprimoramento do ser humano ao seu ponto mais alto, através de ensinamentos que são ministrados em diferentes graus. Na Maçonaria o ser humano aprende a conhecer-se, a interpretar melhor o mundo em que vive e o seu próximo; Lutando pela igualdade, liberdade e fraternidade.
O método de ensino maçônico é muito diferente de qualquer outro sistema pedagógico, e é chamado de método iniciático.O ensino iniciático se distingue do ensino “profano” pelo uso dos símbolos. A ciência “profana” ensina com o auxílio das palavras, ao passo que o saber iniciático só pode ser adquirido através de símbolos. O iniciado tira o conhecimento de si mesmo ao compreender alusões sutis; Ele precisa entender o que se oculta nas profundezas de seu espírito. Aquele que só entende as palavras repete as suas lições assim como um papagaio, sem agir como pensador autônomo. O iniciado posto em presença de um símbolo mudo é obrigado a fazê-lo falar, e deve retirar de seu interior o significado, pensar por si mesmo, esta é a grande arte do ensino iniciático.

Um dos maiores mistérios aprofundados por grandes sábios foram os mistérios do pensamento. Houveram pensadores que permitiram a expressão de concepções do espírito em palavras e quando faltavam as palavras, esses pensadores se inspiravam em objetos, formas e desenhos. Assim nasceu o mais antigo método de expressão dos pensadores, se dirigindo mais aos olhos do que aos ouvidos. Método do qual nos afastamos quando nos deixamos atordoar pelas palavras. A maçonaria nos abre uma escola do silêncio, ensina a calar para ouvir o que fala misteriosamente nosso interior.
A maçonaria é de fato uma escola de moral, e não uma religião. Através da iniciação os maçons recebem uma noção mais clara das mil imperfeições que escravizam os seres humanos; O objetivo principal dos maçons é de desenvolver esforços para se adquirir uma nova consciência de vida, um desejo intenso de purificação, um firme propósito de exercitar-se na prática de todas as virtudes.

CLIQUE ABAIXO E ACESSE

Postar um comentário

CONHEÇA A HISTÓRIA POR TRÁS DE UM DOS BEIJOS MAIS FAMOSOS DO PLANETA Você com certeza já viu a foto acima centenas de vezes, não é mesmo?...