terça-feira, 25 de setembro de 2012


Novo Beetle chega ao Brasil como Fusca

Nova geração da versão moderna do clássico carro da Volkswagen chega em novembro


Foto: VolkswagenVeja mais fotos
Volkswagen Fusca
E não é que o moderno Volkswagen Beetle vai se chamar Fusca no Brasil? A divisão nacional da montadora confirmou nesta segunda-feira (24) em evento realizado em São Paulo (SP) o retorno do antigo nome para o novo Beetle que será oferecido no mercado brasileiro a partir de novembro. O modelo vem importado do México na versão com motor 2.0 TSI de 200 cv e câmbio semi-automático DSG de 6 velocidades e dupla embreagem.
Antes de estrear, o carro será um dos destaques da montadora no Salão do Automóvel de São Paulo, entre 24 de outubro e 4 de novembro.
Na avant première, a VW apresentou o novo Fusca na versão Sport, que traz interior com decoração bicolor, bancos revestidos em couro, teto solar panorâmico, rodas aro 17” e sistema multimídia desenvolvido pela fabricante de guitarras Fender. Segundo a montadora, o carro nessa opção equipado com o motor TSI, o mesmo usado no Jetta e Tiguan, acelera do 0 aos 100 km/h e atinge até 210 km/h.
Volkswagen
O preço do carro deve ficar entre R$ 80 mil e R$ 100 mil
1 / 16
Mas ainda tem mais Fusca por aí. Segundo Artur Martins, gerente de marketing e comunicação da VW do Brasil, contou ao iG Carros que mais uma versão do carro está reservada para o Salão de São Paulo. O executivo, porém, não contou detalhe algum sobre o veículo. “Ainda não podemos contar, mas em breve vocês vão ficar sabendo”, contou.
A VW ainda vai esperar até o Salão de SP para divulgar os preços do novo Fusca, que deve ficar na faixa entre R$ 80 mil e R$ 100 mil. As primeiras unidades do veículo já têm até proprietários selecionados. O primeiro carro vai para a garagem do jogador Neymar, que atua no Santos FC e também como garoto propaganda da Volkswagen no País, ao passo que o segundo exemplar foi reservado para a modelo e apresentadora de televisão Adriane Galisteu.
Clássico mundial
Sucesso no mundo inteiro, o Fusca somou mais de 23 milhões de unidades produzidas entre 1938 e 2003, quando saiu de linha no México, o último país que produziu o clássico automóvel. A fábrica da Volks em São Bernardo do Campo foi responsável pela manufatura de 3 milhões desses exemplares, que foram produzidos entre 1959 a 1986 e 1993 a 1996.
Originalmente chamado VW Sedan na Alemanha, o modelo ganhou diferentes nomes pelos países onde foi vendido, como Coccinelle na França, Maggiolino na Itália e Escarabajo no México. Já o nome “Fusca” usado no Brasil deriva da palavra “Volks” em alemão, onde a letra “V” soa como “F”. Apesar de popularizado desde os anos 1960, o nome criado pelos brasileiros foi oficializado pela montadora somente em 1983. Antes disso o veículo usava o nome alemão.
Postar um comentário

TALVEZ DESCONHEÇA SOBRE OS BURACOS NEGROS 1 – Eles não foram descobertos por Einstein Apesar de muita gente associar a descoberta dos ...