segunda-feira, 3 de setembro de 2012



10 coisas sujas que você põe sua mão


10. Bolsa de Mulher




Bolsa de Mulher
Estudos recentes descobriram que a maioria das bolsas de mulheres têm milhares de bactérias no interior e dezenas de milhares no fundo exterior. Algumas terão até milhões. Foram encontrados pseudomonas, que causam infecções dos olhos, a bactéria staphylococcus, que causa infecções na pele, salmonelas e até E.coli.
Reduzir o risco: Em vez de largar a sua mala no chão, pendure-a num gancho ou cabide sempre que possível – especialmente nas casas-de-banho públicas. Não pouse a mala no balcão da cozinha nem na mesa de jantar. Escolha malas de pele ou imitações em vinil, mais higiênicas que as de tecido.

09. Teclado de Caixa Eletrônico

Teclado de Caixa Eletrônico
Os botões destes teclados têm mais germes que as maçanetas de banheiro público. Não são limpos regularmente, e são tocados constantemente: a combinação perfeita para um festim de bactérias.
Reduzir o risco: Tenha consigo um frasquinho ou lenço umedecido e utilize-os depois de usar o caixa eletrônico
.

08. Esponja de Lavar Louças

Esponja de Lavar Louça
A cozinha é provavelmente o lugar mais sujo da casa. O ralinho da pia tem, naturalmente, 500 mil bactérias perigosas.
Aquela famosa esponja amarela e verde é um lar aconchegante para germes: húmida, com micro-fissuras difíceis de desinfectar, com restos de nutrientes saborosos. Quando você pensa que está limpando quando lava os seus copos, talheres e pratos, o que está realmente a fazer é passar bactérias de uma superfície para outra.
Reduzir o risco: Deite meia chícara de soda cáustica e meia chícara de vinagre no ralo. Ponha a esponja no microondas durante 60 segundos a uma temperatura baixa. Também ajuda com o mau cheiro.

07. Controle Remoto




Controle Remoto
Quantas vezes deixou cair restos de comida e bebida em cima do seu controle enquanto via o jogo de futebol do Timão? E quantas vezes ignorou o ocorrido sacudindo as migalhas ou limpando o líquido na bermuda? É Froids!
Reduzir o risco: Desinfecte o seu controle remoto com lenço umedecido adequado.

06. Carrinho de Compras




Carrinho de Compras
Saliva, bactérias presentes em comida crua e matéria fecal são apenas alguns exemplos simpáticos do que vai encontrar se analisar ao microscópio os pegadores dos carrinhos de compras. Dúzias e mais dúzias de pessoas pegam o tempo todo e todos os dias. Um estudo da universidade norte-americana do Arizona, provou que têm mais germes que escadas rolantes, telefones públicos e banheiros. E aí, você vai pensar duas vezes na próxima vez que for ao supermercado?
Reduzir o risco: Muitas lojas tem distribuidores de gel desinfectante junto às entradas. Use-os. Se a loja onde vai não tiver, compre lenço umedecido e use-os imediatamente depois de sair.

05. Banheira




Banheira
Surpreendente mas verdade: o lugar onde se mergulha para ficar limpo é bastante sujo. Um estudo recente concluiu que as banheiras estão cheias de staphylococcus, causa comum de infecções da pele. têm 20% mais bactérias do que as lixeiras. Têm geralmente mais de 100 mil bactérias por centímetro quadrado.
Reduzir o risco: Uma vez por semana aplique um produto de limpeza desinfectante e esfregue. Mas esfregue mesmo. Depois passe por água e seque bem com uma toalha. O ambiente húmido é perfeito para crescerem bactérias.

04. Celular




Celular
Uma pessoa normal toca, bate e esgana o celular mais vezes do que os animais de estimação. E uma pesquisa feita no Reino Unido provou que os teclados dos telemóveis são uma autêntica incubadora de bactérias, principalmente devido ao calor que geram, confortável para os germes.
Reduzir o risco: Compre uma capa anti-bacteriana para o celular ou, pelo menos, dê-lhe uma limpeza com desinfectante de vez em quando.

03. Teclado do Computador

Teclado do Computador
Num estudo num grupo de consumo no Reino Unido, feito em 2009, foram analisados 33 teclados de empresas aleatórias. Em 40% foram encontradas mais bactérias que num banheiro público.
Reduzir o risco: Para limpar o interior tem que utilizar uma lata de ar comprimido e usá-la como um spray. Depois passe um lenço umedecido anti-bacteriano ou um pano com lixívia nas teclas.

02. Interruptores




Interruptores
Os interruptores de luz são tocados por milhares de pessoas, milhões de vezes ao longo dos anos. E raramente são limpos. Estudos concluíram que um interruptor tem, em média, 217 bactérias por centímetro quadrado.
Reduzir o risco: Não use as mãos para acender as luzes e limpe os interruptores lá de casa mais vezes.

01. Dinheiro




Dinheiro
A coisa mais suja em que colocamos nossa mão (pelo menos na teoria) diariamente é o dinheiro, principalmente as notas. Passa pelo caixa do banco, por você, pelo senhor da loja, pelo mendigo, pelo frentista, pelas máquinas registadores pouco limpas e com restos de comida, pelas mãos de mais pessoas como você, volta ao banco e depois às suas mãos.
Já tinha pensado nisso? Dr. Darlington, o comissário pela Saúde de Nova Iorque, EUA, acumulou 135 mil bactérias na lavagem de uma nota de um dólar e 126 mil noutra.
Reduzir o risco: Lave as mãos.

Via sajnoticias
Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...