sexta-feira, 31 de agosto de 2012


Javali: uma ameaça indestrutível


O javali é apenas uma das várias espécies de porcos selvagens existentes no mundo, todavia, se tornou a principal espécie, sendo conhecida por sua alta capacidade de reprodução e por ser capaz de se adaptar facilmente a qualquer tipo de solo. Outra característica deste animal, talvez a mais preocupante em termos de cultivo agrícola, é a sua capacidade de regeneração, isto é, é possível que javalis já extintos em uma determinada localidade voltem a aparecer novamente em número significativamente maior. A prova concreta disso é que Na Grã Bretanha, os javalis foram exterminados ainda em finais do século XIII, mas, na década de 1990, se restabeleceram pequenos grupos selvagens na Inglaterra derivados de animais que escaparam de fazendas de javalis. Outro fato comprovador da grande capacidade de regeneração deste animal ocorreu na Dinamarca e na Suécia, quando foram extintos no século XIX, mas voltaram a partir dos anos 1970. Como último acontecimento citamos a região italiana da Toscana, onde o javali foi extinto devido à agricultura intensiva, e mesmo assim foram detectados animais nos anos 1990.
Como é de se notar, este animal, nativo da Europa, Ásia e norte da África, a muito tempo, causam problemas para a agricultura destes continentes. Há quem diga que no continente americano este animal foi introduzido em 1494 por Colombo em sua segunda viagem, mas o fato é que neste mesmo ano já haviam porcos selvagens nas selvas americanas, e tão logo foi sua adptação ao solo, que em 1499 já eram numerosíssimos e prejudicavam muito as plantações em todo o continente.
No Brasil, os suinos foram introduzidos em 1532 por Martin Afonso de Sousa e, rapidamente surgiram muitos criadores que passaram a comercializar sua carne. Com o consumo de carne, a criação de porcos domésticos aumentou significativamente, o que facilitava a fuga destes animais para as florestas. Um marco histórico, que pode servir como justificativa para a desde então crescente população de porcos selvagens (javalis) no território brasileiro, foi o término da Guerra do Paraguai, quando as fazendas paraguaias foram destruidas pelos soldados e os suínos foram soltos no campo. Até os dias atuais, a região central do Brasil tem porcos selvagens descendentes destes animais.
Deixando a história um pouco de lado e partindo para os dias de hoje, observamos que, apesar da grande quantidade de caçadares desta espécie adentrarem as matas para abatê-los, os porcos selvagens continuam se reproduzindo e crescendo desordenadamente nas matas e fazendas do sul e sudeste do Brasil. Estudos comprovam que o aumento da população de javalis deve-se principalmente à falta de um predador natural, que na Europa seria o lobo e o lince e no Brasil a onça preta (pantera).
Mas, seria mesmo este o fator determinante do aumento populacional desordenado dos javalis selvagens? Fica a pergunta para os especialistas e autoridades competentes responderem.



Fonte: Wikipédia
www.abcs.org.br
Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...