terça-feira, 3 de julho de 2012


Cuidados para evitar odores genitais

Algumas mulheres, por incrível que pareça, não se familiarizam com os odores liberados na região genital. Segundo estudos, isso está ligado a falta de intimidade que a mulher tem com o próprio corpo. Este mau costume pode gerar complexos e atrapalhar a sua vida amorosa. Além disso, a mulher acaba usando produtos de higiene íntima de forma exagerada, o que pode prejudicar a saúde.


Segundo ginecologistas, a limpeza deve ser diária e sempre com água corrente. A região mais importante onde deve-se limpar são os lábios vaginais. Nessa região, deve se passar os dedos entre os pequenos e grandes lábios para remover aquele resíduo branco que fica acumulado. Uma observação muito importante na higiene íntima é nunca lavar a vagina com ducha, pois, a ducha, alem de limpar, também tira a proteção da vagina, deixando-a vulnerável facilitando infecções.

Um motivo para se preocupar com o odor, é saber quando ele é normal ou não. Um odor anormal é parecido com o cheiro de peixe podre, que pode vir seguido de infecção, coceira, ardência e dor. Se você não possui nenhuma destas características, seu odor é perfeitamente normal. Mas, se ainda sente-se desconfortável com o odor, é recomendado que leve uma calcinha extra na bolsa para trocar quando sentir-se desconfortável com o cheiro. É muito melhor usar uma calcinha reserva do que passar o lencinho toda a hora. Esse hábito de usar o lencinho pode retirar a proteção natural da vagina e provocar infecções.

Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...