sexta-feira, 13 de julho de 2012


Arte em camelos



Camel Festival
Conheça a arte feita pelos indianos em seus camelos.
Pense em um camelo ou dromedário em um deserto. Pra que ele serve? Ao contrário do que você possa imaginar, estes não são animais usados somente como meio de transporte. Existem certas manifestações culturais em que o talento artístico é posto à prova utilizando a beleza e a performance destes úteis e simpáticos animais.
Alguns exemplos são os festivais indianos de Pushkar e Bikaner, no Rajastão, que envolvem amostras de danças locais, competições de corrida, de decoração e beleza, envolvendo o corte artístico da pelagem dos animais.
A competição de “tosa” artística é mais complexa do que parece: o trabalho leva 3 anos para ficar pronto. Os primeiros 2 anos servem para deixar a pelagem crescer, para que o relevo gerado pela tosa possa ficar bem aparente. Não é utilizada nenhuma ferramenta que gere queimaduras na pele do animal. O efeito estético é gerado somente com corte e secagem.
Só acrescentando ao post uma informação importante para os curiosos. O camelo de uma corcova só, conhecido como camelo árabe ou dromedário, é nativo na África nordeste e de certa parte da Ásia Ocidental. O camelo de duas corcovas já é mais encontrado na Ásia Central.
Veja algumas fotos (tiradas por Osakabe Yasuo).
Camel Festival
Camel Festival
Camel Festival
Camel Festival
Imagine dar um passeio em bichinho desses decorado?
Postar um comentário

VIDA SUBMARINA SELVAGEM: ROBÔS REGISTRAM “COME-COME”  NO FUNDO DO MAR Apesar de a maior parte dos  oceanos do planeta  continuar inexp...