segunda-feira, 9 de julho de 2012


10 irresistíveis (ou não) curiosidades sobre ratos

Poucas criaturas inspiram tanto nojo e medo do que os ratos. Símbolos antigos da morte e da peste, eles assustam muitas pessoas – e principalmente – desde a Idade Média. Até hoje, eles causam danos a armazéns de comida, fios elétricos, saúde pública, etc. Mas também trazem benefícios para nós, principalmente no campo da ciência. Veja aqui algumas informações que você provavelmente não sabia!
10 – RATOS DA NORUEGA

  
Apesar de existirem diferentes espécies de ratos, uma das mais conhecidas no mundo são os ratos marrons ou da Noruega. 
Provavelmente com origem chinesa, os maiores exemplares podem chegar a pesar um quilograma. Essa espécie é uma praga em cidades como Nova York (onde algumas fontes afirmam existirem desde algumas centenas de milhares até centenas de milhões de ratos) e Londres. Os ratos albinos usados em laboratórios são versões dessa espécie.
9 – RATOS NEGROS

Os ratos negros já foram dominantes na Europa, mas hoje preferem os locais mais tropicais. Esse foi o vetor da famosa e terrível Peste Negra. As pulgas que viviam nas criaturas transmitiram a peste para milhões de pessoas. Eles são muito comuns hoje na Nova Zelândia, e ao contrário dos seus “amigos” marrons, eles tendem a explosões de crescimento populacional, tipicamente em épocas com boa oferta de comida.
8 – CONVIDADOS DA SUA CASA

É quase impossível eliminar completamente os ratos da sua casa. Eles conseguem se espremer até passar pelo vão da porta. Seus dentes são mais duros que metal, e conseguem passar por coisas de madeira, por exemplo. Uma vez dentro da sua casa, são muito difíceis de serem eliminados. São espertos e bons para escapar de uma armadilha. Veneno pode ser perigoso para crianças e animais de estimação, e mesmo que eles estejam prestes a morrer, geralmente se escondem nas paredes e acabam deixando um terrível cheiro podre no ambiente.
7 – RATOS ZUMBIS

O Toxoplasma gondii é um parasita que consegue se desenvolver apenas dentro dos gatos. Outros animais podem carregá-lo, mas ele apenas se desenvolve nos gatos. E o modo como ele passa para os gatos é um filme de terror: os ratos infectados sofrem uma mudança cerebral, e ficam atraídos, ao invés de terem medo, pelo cheiro dos felinos. É claro que eles não duram muito e acabam comidos. Humanos também são infectados pelo Toxoplasma, mas ele é perigoso apenas em algumas situações de fragilidade imunológica.
6 – RATOS SÃO DURÕES

  
A infestação de ratos pelo mundo não é derivada apenas da sorte. Eles são praticamente o “Rambo” do mundo animal: conseguem se adaptar em diferentes ambientes, sem muita dificuldade. 
Apesar da fama do camelo, os ratos aguentam mais tempo sem água do que eles. Eles podem cair de até cinco andares e sair andando. Aguentam altas doses de radiação e conseguem nadar centenas de quilômetros. Com o tempo, desenvolvem imunidade a alguns venenos. E mesmo um gato durão pode sair correndo quando aparecem alguns dos ratos maiores e dentudos.
5 – HORA DA JANTA

Alguns gatos domésticos já perderam a habilidade de caçar ratos, mas alguns outros animais contam com eles para satisfazer os estômagos. Corujas, águias e cobras são exemplos. Cachorros treinados também podem ser bons caçadores. Humanos também podem colocá-los na dieta. Isso acontece em algumas partes da África, China e Ásia. Já imaginou que delícia, um espetinho de rato?
4 – RATOS DE LABORATÓRIO

A importância dos ratos nas pesquisas de laboratório é enorme. Grandes feitos foram atingidos usando esses animais. Os exemplares são modificados geneticamente para serem praticamente idênticos. Algumas manipulações geram espécies que desenvolvem diabetes tipo 1 e obesidade, por exemplo. Nos últimos tempos, alguns ratos modificados estão sendo usados para desenvolver peles e cartilagens para transplante em humanos.
3 – RATOS GIGANTES

Para aqueles que têm medo de ratos, essa espécie da Gâmbia é o terror absoluto. Similar na aparência ao rato da Noruega, essa versão pode crescer até atingir o peso de quase sete quilogramas. Nativo da África, serve como alimento e na detecção de minas terrestres – pela inteligência, e não pelo tamanho, que não é o suficiente para detoná-las. Apesar da aparência terrível, ele até que é amigável e tem se tornado cada vez mais um animal de estimação exótico.
2 – MÁQUINAS DE FILHOS

  
Um casal de ratos pode gerar cinco ninhadas com sete a quinze filhos em um ano, e os filhos ficam férteis na quinta semana de vida. Em um mundo hipotético, um par apenas seria capaz de produzir centenas de milhares, ou até milhões, de descendentes em apenas um ano. 
Essa velocidade é necessária para manter a espécie, já que raramente um rato chega até o segundo aniversário. Dependendo dos fatores ambientais, a taxa de moralidade pode chegar a 95% nas primeiras semanas de vida.
1 – RATO REI

Um rato rei é um acidente bizarro onde muitos animais ficam presos juntos pelas caudas, sem possibilidade de libertação. Vários já foram encontrados desde a Idade Média, mas muitos ainda duvidam da veracidade disso. Apesar de não ocorrer apenas na Alemanha, a maior parte desses estranhos seres foi encontrada por lá. O maior já visto era formado por 32 ratos negros mumificados, encontrados em uma lareira, em 1828. Historicamente, esse bizarro ser era enxergado como um presságio terrível de morte e doença. 
Postar um comentário

CONHEÇA A HISTÓRIA POR TRÁS DE UM DOS BEIJOS MAIS FAMOSOS DO PLANETA Você com certeza já viu a foto acima centenas de vezes, não é mesmo?...