quarta-feira, 27 de junho de 2012


Morre a criatura mais rara do mundo.

Morre “George o Solitário”, a ultima espécie de Tartaruga Gigante de Pinta, em Galápagos.

George foi encontrado em  seu habitat por Fausto Llerena, seu criador por durante 40 anos. George tem uma idade estimada de 100 anos e virou o símbolo da ameaça global as extinções de espécies animais. Conhecido por ser a criatura mais rara do mundo por pesquisadores, por ser o único exemplar de sua subespécie. A morte de “George o Solitário”, põe fim na espécie Chelonoidis nigra abindgoni.
“George o Solitário”, foi encontrado na ilha de Pinta em 1972, e foi acolhido pelo Parque Nacional de Galápagos onde viveu o resto de sua vida. Durante 15 anos viveu junto a uma tartaruga fêmea da ilha de Wolf, na tentativa de procriação da espécie mais infelizmente os ovos eram inférteis.
Postar um comentário

VIDA SUBMARINA SELVAGEM: ROBÔS REGISTRAM “COME-COME”  NO FUNDO DO MAR Apesar de a maior parte dos  oceanos do planeta  continuar inexp...