quinta-feira, 14 de junho de 2012

Ela tem a picada mais dolorosa do mundo

A clavata Paraponera tem o privilégio de ser o animal que provoca a picada mais dolorosa. É também chamado de “formiga bala” porque dizem que sua mordida dói tanto quanto um tiro. Outro nome que descreve perfeitamente é “formiga 24 horas”,porque é esse o tempo que leva para a dor da picada passar. 
A formiga, encontrada na Nicarágua e Paraguai, chega a atingir 25 milímetros e vivem nas bases das árvores. Foi descrita pela primeira vez por Joseph Charles Bequaert (1886-1982). Diz-se que provoca uma dor 30 vezes maior que de uma vespa. E têm sido descritos como "ondas de dor ardente e latejante, que não pára dentro de 24 horas" ou "pura, intensa, dor brilhante. 
Semelhante a caminhar sobre brasas, com uma agulha de sete polegadas presa no seu calcanhar.” O Entomologista Justin Schmidt criou uma escala de dor que varia de 1 a 4, onde a classificação do primeiro nível seria a picada de uma vespa. Enquanto as abelhas africanizadas e as formigas de fogo possuem um fator de dor de 1,2 e 2, respectivamente, chegando ao fator 4 da Paraponera. 
A causa dessa dor é uma neurotoxina, a poneratoxina, o principal componente ativo do veneno, descoberto no início dos anos 1990, quando se investigava substâncias naturais que poderiam ser usados em inseticidas. Algumas fontes dizem que cerca de 30 picadas por quilograma pode ser fatal. 

Felizmente, ela apenas libera o veneno quando se sente molestada ou ameaçada, avisando sobre o perigo ao emitir uma substância com cheiro almiscarado. Além da cor, a mordida tem conseqüências que são uma febre que pode durar três dias ou necrose da área afetada. Outros sinais e sintomas incluem a dor na zona afetada, inchaço, tremores, sudorese, náuseas, aumento da temperatura e a paralisia. 
A segunda mordida pode ser capaz de causar um choque anafilático fatal, o que não parece preocupar a tribo dos Sateré-Mawé. Os Sateré-Mawé são uma tribo da floresta Amazônica que possui um rito peculiar de bravura. No ritual, o jovem deve colocar a mão numa luva cheia de Paraponera.
Com o teste, o jovem vai se tornar um guerreiro. A desvantagem é que ele deve receber a soma considerável de 20 mordidas. Os índios usam estas formigas como um tratamento para o reumatismo e doenças relacionadas ao longo dos séculos. Curiosamente, as mandíbulas da formiga servem como sutura, fechando a ferida, enquanto a saliva sara a inflamação da pele e lacra firmemente.
Postar um comentário

MELHORE SUA ATENÇÃO: VEJA 10 ALIMENTOS QUE AJUDAM SEU CÉREBRO A RENDER MAIS Nem sempre nós conseguimos ter hábitos que nos ajudam a mant...