quinta-feira, 28 de junho de 2012



Anos 90: Retrospectiva Musical





Fico muito feliz em participar desse blog, porque ele me dá a oportunidade de falar de assuntos que dificilmente eu teria espaço para falar em outro lugar. Um deles, é minha paixão por décadas. Sim, como uma boa nostálgica, sou apaixonada por décadas, pelas características que elas trazem consigo e pelas mudanças sociais que carregam. Uma década é sempre o retrato das mentes que por elas passaram, e esse é um pensamento que me muito me apraz.
Hoje, vou falar de uma das minhas décadas favoritas do século XX: Os fervilhantes, frenéticos, intensos e MARAVILHOSOS anos 90. Tenho um xodó especial pelos anos 90 porque foram anos que eu pude vivenciar, e quando falam 'anos 90', eu não tenho que ir fundo demais e imaginar algo que não vivi, porque eles fazem parte da minha história e tenho muito orgulho disso.


É muito difícil resumir uma década tão variada como a de 90 em um simples post, principalmente no quesito musical, que é tão vasto. Mas vou tentar fazê-lo de uma forma clara, mas que consiga trazer de volta a atmosfera azul marinho dessa década tão maravilhosa e inesquecível!

Uma década é sempre o contraste de outra. Os anos 80 marcaram época com seu exagero em tudo: cores vibrantes, cabelos artificializados, roupas misturadas e ritmos que se encontravam. Os anos 90, por sua vez, são uma resposta aos anos 80: Pelo menos em sua primeira metade, o exagero fica de lado, e é tomado pela melancolia do movimento grunge, e as cores vibrantes, aos poucos vão se tornando opacas. E as músicas ecoadas e levemente dançantes (até mesmo no rock n' roll) são substituídas por gritos de socorro, críticas sociais e baladas menos... espevitadas, hehe. 



  • 1990 - O cenário musical começa a mudar. 
Em 1990, o primeiro ano da década, já é possível perceber - ainda que de forma um pouco mais discreta - a mudança do cenário musical. Os gritos de Cindy Lauper, que embalaram os anos 80, são substituídos pela voz forte, porém suave, de Sinead O'Connor e temos uma Madonna mais enigmática em "Vogue", canção bem diferente das que foram lançadas por ela anteriormente, como "La Isla Bonita", de 1986. O Rock N' Roll também começa a perder a cara caricata consagrada anteriormente pelo Kiss e Van Halen, tornando-se um pouco mais seco. Percebemos isso em "Janie's Got a Gun" do Aerosmith.

Nothing Compares 2 U - Sinead O' Connor

Vogue - Madonna

Janie's Got a Gun - Aerosmith



  • 1991 - O início de uma década
Em 1991 já é possível perceber claramente que o rock mais realista e menos "pomposo" (como era o dos anos 80) começa a conquistar seu espaço. O pop de Madonna, Mariah Carey e o black music de Janet Jackson e Whitney Houston também continuam tendo seu espaço, mas percebemos que o rock chega para imperar seu espaço, e temos Losing My Religion - R.E.M, Wind of Change - Scorpions e Being Boring - Pet Shop Boys dentre as mais tocadas. Não podemos esquecer também da marcante Wicked Game de Chris Isaak e Everything I Do) I Do It For You, de Bryan Adams, que foi a mais tocada daquele ano. Foi também em 1991 que um dos discos mais revolucionários da história do rock, Nevermind (Nirvana), foi lançado, instituindo fortemente  um movimento que marcou sua época: O Grunge. 

Losing My Religion - R.E.M

Wind of Change - Scorpions

Wicked Game - Chris Isaak


  • 1992 - O Grunge que marcou época
O movimento que começou a surgir de forma discreta pelos subúrbios de grandes cidades dos Estados Unidos, já conquistava o mundo em 1992. Nesse ano, meio a baladas Elton John, Celine Dion e Donna Summer, o rock nu e cru do grunge se instalava e era reconhecido. Em 1992, NirvanaAlice in Chains, Pearl Jam, Red Hot Chili Peppers e Guns n' Roses cumpriam sua missão, mostrando ao mundo a que vieram. "Smells Like Teen Spirit', considerada o hino de uma geração, chegava ao topo das paradas de todos os continentes. Era a explosão do Grunge pelo mundo inteiro, que dava entrada a outros estilos melancólicos, como o Radiohead, que teve a explosão de seu hit mais conhecido, Creep, nesse ano. Artistas versáteis comoMichael Jackson Mariah Carey também não perderam seu espaço. 

Smells Like Teen Spirit - Nirvana 

Man in the Box - Alice in Chains

Even Flow - Pearl Jam 

Under the Bridge - Red Hot Chili Peppers

November Rain - Guns N' Roses 




  • 1993 - A Repercussão do Grunge
Hits de cunho pop continuavam mantendo seu espaço, mas por influência do movimento Grunge, muitas novas bandas de rock eram formadas, e seguindo a linha melancólica e barulhenta já conhecida, explodiam nas paradas. É o caso do Smashing Pumpkins, banda destaque desse ano. O country, que também é um dos estilos que ilustraram a década de 90 também se destacou com seus derivados nesse ano. Enquanto isso, Kurt Cobain e sua turma de deprimidos continuavam a bombardear as rádios do mundo inteiro com suas canções/hinos.

Today - Smashing Pumpkins

Wu Tang Clan - C.R.E.A.M
.
Mr. Jones - Counting Crows



  • 1994 - O rock permanece vivo, mas o Black Music começa a conquistar um espaço maior 
1994 foi um ano marcado por diversas canções lendárias no Rock, como "Black Hole Sun" - Soundgarden,Buddy Holly - Weezer e Closer - Nine Inch Nails. O estilo 'creep' permanecia, mas nesse ano houve uma explosão inusitada e diferente: As meninas do TLC, cujo estilo variava entre Black Music, Hip Hop e  Dance conquistaram os topos das paradas do mundo inteiro, desbancando nossos queridos roqueiros. Seriam elas as percussoras para o pop que ia invadir nossa casa nos anos seguintes? 
.
Waterfalls - TLC
 

Black Hole Sun - Soungarden 
 

Closer - Nine Inch Nails
 


  • 1995 - O pop retorna de mansinho 
1995 foi um ano marcado por boas canções de rock, como a inesquecível Wonderwall - Oasis, 1979 e Bullet with butterfly wings - Smashing Pumpkins, Ironic - Alanis Morisette e Fake Plastic Trees - Radiohead, mas nesse ano o pop de Madonna e Mariah Carey começou a avisar que retornaria com força total. A irreverente Gewn Stefani e seu No Doubt marcavam época enquanto o pop suave de The Cramberies e Des'rée conquistavam seu espaço nas rádios. E a rainha do pop, Madonna, mostrava que não seria esquecida tão cedo com "Take a Bow".
.
Wonderwall - Oasis
 

Bullet with Butterfly Wings - Smashing Pumpkins
 
.
Don't Speak - No Doubt 
 
.
Fake Plastic Trees - Radiohead
 




  • 1996 - O adeus definitivo do Grunge
Em 1996 já era possível perceber claramente que o movimento grunge estava ficando para trás, e que o cenário musical entrava em uma nova era, menos melancólica, mais pop, dando espaço a canções leves, que jamais teriam sido sucessos se fossem lançadas 3 anos antes. 1996 é o marco da divisão dos anos 90, e nesse ano, os principais sucessos foram Estoy Aqui - Shakira, I Believe I can Fly - R. Nelly, What I Got -Sublime e  Woo-Hah!! Got You All In Check - Busta Rhymes. Também podemos destacar o som suave dosCardigans, banda que também marcou este ano. 
.
Lovefool - The Cardigans
 
..
What I got - Sublime


Estoy Aquí - Shakira
 




  • 1997 - O último suspiro do Rock
Grandes nomes da música como "The Verve", "Foo Fighters", "Radiohead" e "Green Day" marcaram época em 1997, mas apesar de as músicas mais tocadas no ano de 1997 forem essencialmente do gênero Rock, foi nesse ano que o pop começou a ganhar mais força, com as inesquecíveis Spice Girls, o 'N Sync e osBackstreet Boys. 1997 foi o último ano da década de 90 que teve o rock no topo das paradas, por isso digo que aconteceu o último suspiro do Rock; o que não foi de todo ruim, já que os grupos de pop a serem lançados posteriormente marcaram a infância e a adolescência de muitos de nós que já passaram dos 20 anos. ^^
.
Bittersweet Simphony - The Verve
 

Song 2 - Blur
 

Everlong - Foo Fighters
.
2 Become 1 - Spice Girls



  • 1998 - O Pop inocente 
1998. Muitos nomes que fazem sucesso até os dias de hoje marcaram esse ano, que na minha memória, é tão recente. Foi a explosão de Britney Spears, a consagração de Cher e o "absolutismo" de Madonna. Spice Girls, Backstreet Boys e 'N Sync continuavam "mandando" ver nas paradas, e esse foi, definitivamente um ano da música pop. O pop inocente, apaixonado, porém dançante, que marcou o final da  alucinada década de 90.
.
As Long As You Love Me - Backstreet Boys
 
.
Baby One More Time - Britney Spears
 
..

Viva Forever - Spice Girls
 
.
Believe - Cher
 



  • 1999 - O Adeus dos anos 90
Toda década tem seu fim, e como sempre acontece, o último ano dos anos 90 nos introduziu a aquilo que nos esperava nos anos 2000. Nomes diferentes como "Incubus", "Blink 182" e "Eminem" começavam a entrar em cena, para deixar sua marca fixa na década que se seguiria. Beyoncé e as meninas do "Destiny's Child"também marcaram sua presença, já avisando que não queriam ficar de fora da década seguinte (e não ficariam). E esse foi o fim musical da majestosa década de 90!
.
Drive - Incubus
.
All The Small Things - Blink 182
.
My Name Is - Eminem



Curiosidade sobre a década:
Além do movimento Grunge, há mais um movimento que marcou visivelmente a década de 90: O movimentoClubber. Esse movimento também possui uma forte ligação com a música, mas segue uma linha totalmente diferente e muito mais alternativa da que me foi possível postar hoje. Prometo que farei um post só para o movimento Clubber, mais para frente! =)


Destaques da década de 90:
É impossível, em um único post, colocar tudo que marcou musicalmente uma década inteira, e fico até envergonhada por GRANDES nomes não terem sido sequer citados na retrospectiva. Então, resolvi fazer uma lista de bandas e artistas que marcaram significativamente os anos 90, e que podem não ter sido citados acima, mas que são de extrema importância e influência:
  • Garbage
  • Pennywise
  • Bad Religion
  • Green Day
  • Des'rée
  • The Cramberries
  • The Corrs
  • Joan Osbourne
  • Alice Keys
  • Christina Aguilera
  • Melvins
  • Depeche Mode
  • Lasgo
  • Blind Melon
  • Disturbed
  • Nickleback
  • Slipknot
  • Korn
  • Anthrax
  • Limp Bizkit
  • Fuel
  • Hanson
Anos 90 (e suas músicas) no Brasil:
No Brasil o cenário musical dos anos 90 foi um pouco diferente do resto do mundo. Enquanto Nirvana estourava com "Come As You Are", o pagode estava em alta por aqui, e nomes como É O Tchan!, Raça Negra, Soweto, Katinguelê, Adriana e a Rapaziada, Só pra Contrariar, Terrasamba, Latino, Os Travessos, Leandro e Leonardo, Zezé Di Camargo e Luciano dominavam as paradas. Mas também havia muito para nos orgulharmos como os INESQUECÍVEIS Mamonas Assassinas. Adriana Calcanhoto, Skank e Jota Questtambém deixaram sua marca nos anos 90 Brasileiros. No final da década, foi possível conferir o fenômeno da dupla Sandy & Jr. Então, para finalizar, um pequeno tour pelo que  foi a década (de forma rasa, porque há muita coisa que merece ser destacada num próximo post) no Brasil:
.
Lá Vem o Negão - Cravo e Canela
.
Segura o Tchan - É o Tchan
.
Terrasamba - Liberar Geral
.
Garota Nacional - Skank
.
Não Ter - Sandy & Júnior

Queria declarar que foi UM PRAZER para mim fazer esse post! 
Até a próxima, pessoal!




Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...