sábado, 12 de maio de 2012

Você já teve “paralisia do sono”?



Você já teve paralisia do sono? Para muitas pessoas o termo ainda é desconhecido.
Foram relatados diversos casos de pessoas que afirmaram que, após deitarem, perderam totalmente os movimentos de seu corpo, sentindo-se pesados, como se seu corpo estivesse preso a cama, além de perder a capacidade da fala. Afirmam também ouvirem vozes, escutar passos, como se alguém estivesse se aproximando, presenciam cenas e/ou pessoas e acabam se desesperando.
Não há ainda uma explicação conclusiva para este tipo de sensação, por este motivo sempre que situações deste tipo acontecem não sabemos o que fazer ou como agir.
Este tipo de experiência causa tanto terror, que a pessoa acredita que está morrendo ou está prestes a morrer, outros acreditam que o “diabo” é o responsável por isso, ele persegue a pessoa até que a sufoca.


A paralisia do sono é uma condição de paralisia temporária do corpo, após o despertar e, em alguns casos antes de adormecer. Está ligada diretamente a parte natural do sono REM (a fase do sono na qual ocorrem os sonhos mais vívidos). A paralisia acontece quando o cérebro acorda do estado REM, deixando a pessoa consciente mas totalmente imóvel. Esta condição pode vir acompanhada por “alucinações hipnagógicas"
Com frequência pessoas relatam se verem deitadas e imóveis na cama, porém pela possibilidade de objetos fantasiosos surgirem no quarto, faz com as as pessoas acreditem que tudo não passou de um sonho. Alguns estudiosos acreditam que esta condição esteja por trás de supostos “casos de abduções e encontros com fantasmas”.
Os sintomas mais conhecidos desta condição são:
- paralisia total do corpo, perda da voz, com controle mínimo dos olhos e respiração. “O cérebro paralisa os músculos para prevenir possíveis lesões, já que algumas partes do corpo podem se mover durante o sonho. Se uma pessoa acorda repentinamente, o cérebro pode pensar que ela ainda está dormindo, e manter a paralisia”.
- a pessoa pode ouvir vozes, sentir a presença de outra pessoa. Em alguns casos o indivíduo relata sentir um peso sobre su peito, como se alguém estivesse sobre ele
A duração da paralisia varia de pessoa para pessoa, de segundos à vários minutos, e para muitos os momentos podem ser definidos como assustadores.
Não se sabe muita coisa sobre a paralisia do sono, porém sugere-se que possa estar relacionada à inibição pós Sináptica de neurônios motores na ponte do tronco cerebral


Estudos afirmam que a maioria das pessoas passará por este tipo de situação pelo menos uma ou duas vezes na vida.
A narcolepsia também é um sintoma bastante comum em quem sofre de paralisia do sono. Estudos afirmam que alguns fatores podem aumentar a possibilidade de ocorrer a paralisia do sono e alucinações, dentre eles estão:
Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...