sexta-feira, 11 de maio de 2012

Veja o que o vício em cirurgias plásticas pode fazer

A Sul-Coreana Hang Mioku, de 48 anos, fez sua primeira plástica no rosto aos 28 anos, desde então nunca mais parou. Se mudou para o Japão para obter mais técnicas cirúrgicas. Depois de sucessivas plásticas Hang Mioku, com o rosto um tanto deformado pelas sucessivas cirurgias, recebeu um diagnostico, para ela aterrador. Seu rosto não suportava mais nenhuma intervenção. E um outro diagnóstico médico indicou seu vício psicológico por tais cirurgias. Mioku, por força dos familiares, resolveu fazer um tratamento para sua doença, mas o tratamento era muito caro. Hang Mioku conseguiu com um cirurgião japonês uma seringa e uma boa quantidade de silicone, que ela mesmo injetava em seu rosto. Quando o silicone acabou, Mioku resolveu injetar em seu rosto "ÓLEO DE COZINHA". Depois do resultado assustador, Hang Mioku recorreu a programas de televisão visando a misericórdia humana. Conseguiu que uma clínica se interessasse pelo seu caso. Os médicos da clínica conseguiram remover cerca de 60g de produtos do rosto e mais 200 do pescoço, mas mesmo assim seu rosto ainda permanece desfigurado.




Postar um comentário

Lei federal cancela carteira de habilitação vencida há mais de 30 dias? Uma corrente no WhatsApp circula com uma notícia falsa que ...