quarta-feira, 9 de maio de 2012

Top 10 locais mais extremos do planeta Terra



A Terra é um lugar incrível: com toda a sua biodiversidade, diferentes climas e lugares no mínimo curiosos, ela tem espaço para algumas características incrivelmente extremas. Do lugar mais quente ao lugar mais frio, do lugar mais alto ao mais baixo, confira esta lista dos lugares mais extremos do planeta!
10. O LUGAR MAIS QUENTE DA TERRA: DESERTO DE LUT (IRÃ)
 
 
Existe muita controvérsia sobre qual é o lugar mais quente da Terra. Muitos acreditam que em Al Azizyah, na Líbia, foi marcada uma temperatura de 57,8 graus Celsius, e que o segundo lugar mais quente seria o Vale da Morte na Califórnia, Estados Unidos. Ali, a temperatura chegou a 56,7 graus em 1913.

Apesar desses registros, um satélite da Nasa, agência espacial dos Estados Unidos, marcou temperaturas de até 71 graus no deserto de Lut, no Irã. Acredita-se que esta seja a temperatura mais alta já encontrada na superfície da Terra.
9. O PONTO MAIS ALTO: MONTE CHIMBORAZO (EQUADOR)
 
É conhecimento comum que o Monte Everest é a montanha mais alta do mundo. Escaladores viajam de todo o planeta para ter a distinção de terem chegado ao topo do lugar mais alto. O pico do Monte fica a 8,848 metros acima do nível do mar.
Por outro lado, poucas pessoas conhecem o Monte Chimborazo, no Equador, com uma altitude de 6,310 metros acima do nível do mar. Apesar de mais baixo que o Everest, este monte tem a distinção de ser a montanha mais alta acima do centro da Terra.
Isso acontece porque o planeta não é uma esfera, e fica mais larga na Linha do Equador. Com isso, o monte localizado a apenas um grau abaixo da Linha fica aproximadamente dois quilômetros mais distante do centro da Terra, em comparação com o Everest.
Apesar da relativa fama do Monte entre os equatorianos, o Chimborazo não consegue competir com o seu “irmão” em questões de dificuldade de escalada nem em fama.
8. O ARQUIPÉLAGO MAIS REMOTO HABITADO POR HUMANOS: TRISTAN DE CUNHA (REINO UNIDO)
 
O grupo de ilhas habitadas mais remota no mundo é Tristan de Cunha, no sul do Oceano Atlântico. O arquipélago é tão pequeno que a sua ilha principal não tem nem pista de pouso. Lar de 272 pessoas, que compartilham todas oito sobrenomes, seus habitantes sofrem de doenças hereditárias como asma e glaucoma.
Anexada ao Reino Unido no século XIX, os habitantes do arquipélago têm um código postal britânico, e podem até pedir coisas pela Internet – mesmo que elas demorem muito para chegar. Mas afinal, é um custo a se pagar pelo privilégio de morar em sua própria ilha, a mais de três mil quilômetros do continente mais próximo.
7. A MAIOR CACHOEIRA DO MUNDO: SANTO ÁNGEL (VENEZUELA)
 
A cachoeira de Santo Ángel, na Venezuela, começa a 984 metros de altura, e tem uma queda ininterrupta de 806 metros. Ela fica em uma afluente do Rio Caroni.
6. O LUGAR HABITADO MAIS FRIO: OYMYAKON (RÚSSIA)
 
Oymyakon é uma pequena vila em Oymyakonsky Ulus, na República Sakha, na Rússia, e fica próxima ao rio Indigirka. A população do local chega a 800 pessoas, que agüentam um frio de até 72 graus negativos, registrados no dia 26 de janeiro de 1926.
Esta é a temperatura mais baixa registrada em qualquer lugar com habitação permanente por humanos na Terra. Também foi a temperatura mais baixa a já ser vista no hemisfério norte do planeta. A temperatura mais baixa já marcada no planeta foi de 129 graus negativos em 1983, na base de operações russa na Antártica.
5. O LUGAR MAIS SECO DA TERRA: OS VALES DA MORTE (ANTÁRTICA)
 
 
Uma região do interior da Antártica é conhecida como os Vales da Morte. Este lugar não vê chuva há mais de dois bilhões de anos. Com a exceção de um vale, que tem lagos um pouco cheios com água de rios próximos, os Vales não têm nenhum tipo de umidade – seja em forma de água, gelo ou neve.

O motivo de tanta seca são os ventos de até 320 quilômetros por hora que atingem o lugar, evaporando toda a água existente lá. O local também é o único da Antartica que não tem gelo – lá, a evaporação é mais importante que a neve, deixando a área completamente seca e sem gelo.

Outro local seco é o deserto de Atacama, no Chile, onde não chove há vários séculos. É possível que lá a seca seja até maior que na Antartica, mas não se pode ter certeza disso, devido a pesquisas insuficientes sobre a área.
4. O PONTO MAIS PROFUNDO DO PLANETA: FOSSA DAS MARIANA (INDONÉSIA E JAPÃO)
 
A trincheira de mariana chega a 10,924 metros abaixo do nível do mar. Se o Monte Everest fosse colocado na depressão, ficaria coberto por mais de um quilômetro de água. As únicas pessoas que já observaram o local foram os exploradores Jacques Piccard e Don Walsh.
Naquela “altura” da terra, os pesquisadores enfrentaram oito toneladas de pressão. Mesmo assim, eles observaram a existência de peixes, camarões e outras criaturas que habitam o inóspito local.
3. O LUGAR MAIS ÚMIDO: LLORO (COLÔMBIA)
 
Lloro, na Colômbia, recebe uma média de 12,000 metros cúbicos de chuva por ano. As pessoas que habitam o local ganham a vida cortando árvores da floresta nas proximidades, onde é possível ter certeza com a chuva diária.
Ainda assim há uma discussão sobre se o local é mesmo o “vencedor” da categoria. Cherrapunji, no nordeste da Índia, foi considerada por muitos anos o local mais úmido da Terra – tendo o recorde mundial por este motivo. Em Cherrapunji choveu 9,296mm de água em julho de 1861. Entre agosto de 1860 e julho de 1861, o local teve um registro de 26,467mm e chuvas.
2. A MAIOR QUEDA DO MUNDO: MONTE THOR (CANADÁ)
 
 
O Monte Thor, no Parque Nacional Auyuittuq, na Ilha de Baffin, no Canadá, tem uma queda vertical de 1249 metros. O lugar é conhecido por sua enorme queda, que é feita de puro granito. É um lugar popular entre escaladores que procuram por fortes emoções.
O Monte foi escalado pela primeira vez em 1953, e recebe algumas expedições de aventureiros hoje em dia, sendo que em 2006 um escalador ousado morreu no local.

1. O LUGAR MAIS ABAIXO DO NÍVEL DO MAR: MAR MORTO (JORDÂNIA)
 
O Mar Morto é o local mais baixo da Terra: ele fica a 422 metros abaixo do nível do mar. Na fronteira entre a Jordânia e Israel, a estrada que fica próxima ao Mar também é a estrada mais baixa do planeta.
Famosa pela sua salinidade – dez vezes maior que o mar Mediterâneo – o Mar Morto não tem nenhum tipo de vida marítima, por isso tem este nome.
Postar um comentário

TALVEZ DESCONHEÇA SOBRE OS BURACOS NEGROS 1 – Eles não foram descobertos por Einstein Apesar de muita gente associar a descoberta dos ...