sábado, 19 de maio de 2012


                 AS MORTES MAIS IRÔNICAS DA HISTÓRIA


A morte é uma parte normal da vida. Enquanto a maioria das pessoas morrem por motivos previsíveis, algumas pessoas morrem de forma irônica. O mundo já viu várias mortes em que o universo parece ter conspirado com os destinos. Algumas destas mortes são de figuras históricas, celebridades e inventores. Lembrando que esses diversos relatos de mortes irônicas nunca deixam de fazer um tipo estranho de sentido.

Hans Steininger é conhecido nos livros de história como o homem com a barba mais longa (1,37 metros). Os artistas esboçaram sua expressão gloriosa de pêlos faciais e até mesmo imortalizaram seu coroamento em pedra. Um dia, em 1567, houve um incêndio na cidade e na sua pressa Hans esqueceu-se de enrolar sua barba. Ele pisou na barba, perdeu o equilíbrio, tropeçou, quebrou o pescoço e morreu!

Político e general romano e o mais rico homem da cidade de Roma e que financiou as legiões romanas. No entanto, sua derrota contra os partos, povo pertencente à Pártia, encerrou sua glória. Os partos puniram Crasso por sua ganância, derramando ouro fundido em sua garganta.

Bobby Leach foi um aventureiro de renome mundial. Ele era conhecido na história como a primeira pessoa a descer com sucesso nas Cataratas do Niagara dentro de um barril (1911). Ele levou 18 minutos para chegar às Cataratas e outros 22 minutos para alguém socorrê-lo, uma vez que ele caiu na base, onde o barril ficou preso nas pedras. Ele sobreviveu, mas quebrou o maxilar e as duas rótulas. Em 1926 na Nova Zelândia, ele escorregou numa casca de laranja e fraturou a perna, que infeccionou e foi amputada. Bobby Leach morreu devido a complicações dois meses depois.

Franz Reichelt, um austríaco conhecido como “o alfaiate voador”, famoso por seu casaco de pára-quedas, testou sua invenção pulando do primeiro pavimento da Torre Eiffel, na época a estrutura mais alta do mundo, de uma altura de 60 metros. A invenção falhou e Reichelt caiu para sua morte. Na frente dos espectadores e imprensa, o mundo testemunhou seu salto e sua morte.

Conhecido como o “Pai do vôo planado”, foi um pioneiro da história da aviação. Ele é creditado como o primeiro homem a manejar repetidas vezes um aparelho mais pesado que o ar na atmosfera. Em 9 de agosto de 1896, durante um voo, ele estolou, caindo de uma altura de 17 metros e quebrando sua espinha dorsal.

O químico americano Thomas Midgley Jr. foi o inventor da gasolina com chumbo e do clorofluorocarbono. Suas invenções causaram milhões de mortes na história da humanidade, assim como graves impactos ao meio ambiente. Mais tarde em sua vida, ele contraiu intoxicação por chumbo e poliomielite, deixando-o preso a uma cama. Ele então criou um elaborado sistema de cordas e roldanas que lhe permitia mover e ajustar o seu corpo em sua cama. Na idade de 55 anos, foi estrangulado acidentalmente por suas cordas e roldanas.

Marie Curie foi a única pessoa a receber duas vezes o Prêmio Nobel, em áreas científicas, por sua teoria da radioatividade e isolamento de isótopos. Contraiu anemia aplástica, devido, seguramente, à exposição maciça a radiações durante o seu trabalho. A doença eventualmente a matou.

Jerome Rodale é conhecido como o fundador da revolução de alimentos orgânicos. Como um naturalista, ele promovia uma vida mais saudável. Aos 72 anos de idade, estava gravando uma entrevista no Dick Cavett Talk Show. Ele estava dizendo que era tão saudável que poderia viver até os 100 anos quando caiu no chão, morto por um ataque cardíaco. A entrevista nunca foi ao ar.

Após a Guerra Civil, o controverso político de Ohio, Clemente Vallandigham se tornou um bem sucedido advogado que raramente perdia um caso.
Em 1871, ele defendeu Thomas McGehan que foi acusado de disparar em Tom Myers durante uma briga de bar. Vallandigham alegava que Myers tinha disparado contra ele mesmo. Para convencer o júri, Vallandigham decidiu demonstrar sua teoria. Infelizmente, ele pegou uma arma carregada por engano e acabou atirando em si mesmo!
Ao morrer, Vallandigham conseguiu demonstrar a plausibilidade do disparo acidental e conseguiu com que seu cliente fosse absolvido.

A atriz do filme Psicose, Myra Davis, morreu de morte semelhante à personagem que ela interpretou no filme. Em 1988, ela foi morta por um “psicopata”, reproduzindo a famosa cena do chuveiro que ela fez neste clássico de Alfred Hitchcock.

Jim Fixx escreveu O Guia Completo de Corrida, o qual na época de sua publicação, em 1977, foi o maior best-seller não-ficção de todos os tempos. Ele era um defensor dos efeitos da longevidade através da corrida e até fez fortuna com suas campanhas de fitness. Um dia, Fixx teve um ataque cardíaco fatal enquanto estava correndo.

Por último, quem iria esquecer a recente morte de Steve Irwin, excêntrico naturalista australiano, que promoveu uma série de programas populares de TV. Em sua carreira, ele tinha viajado pelo mundo para desvendar e explorar o reino animal. Em 2006, enquanto nadava por cima de uma arraia adulta, o ferrão de 8 polegadas da cauda da arraia atingiu o coração de Irwin, que levou à sua morte.


Postar um comentário

TALVEZ DESCONHEÇA SOBRE OS BURACOS NEGROS 1 – Eles não foram descobertos por Einstein Apesar de muita gente associar a descoberta dos ...