sexta-feira, 11 de maio de 2012

Drink a base de Esperma humano é sucesso nas baladas


O sêmen utilizado pode ser doado pelo consumidor ou por alguém indicado por ele
Uma tendência das boates holandesas chegou ao Brasil se tornando a nova sensação das baladas vips. O drink “Semence de la vie” é atualmente um dos mais comercializados segundo estatística da ABRASEL (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes).
Um mix de amarula, cherry brandy, gin, sêmen humano e yakult virou febre na Europa e agora já é moda no Brasil. Com custo variando entre R$ 50 e R$ 120 o “Semence de la vie” eleva o estado mental de quem ingere quase que imediatamente. Esta virtude faz do drink uma excelente opção para quem está de dieta de restrição calórica e deseja entrar no clima da balada sem ter que secar baldes de cerveja ou garrafas de uísque.
O sêmen utilizado na confecção do drink pode ser doado pelo consumidor (ou alguém indicado por ele), mas de maneira geral o ingrediente é conseguido por meio de fornecedores cadastrados e com exames de saúde que atestam a plena isenção de doenças sexualmente transmissíveis.
Pesquisas da ABRASEL apontam que mulheres representam que 67% do consumo deste drink. Os 33% de consumidores se dividem entre 21% de homossexuais e 12% de heterossexuais. Para Carlos Magno Brizola, presidente interino da International Bartenders Association, “ainda existe um machismo muito forte no Brasil que faz um homem achar que pode ter sua virilidade arranhada apenas por consumir o sêmen de um outro homem. Isso precisa acabar. É preciso aprender a se desfazer dos preconceitos para degustar novas sensações etílicas e gastronômicas”.
Segue a receita para fazer em casa esta delícia:
Semence de la vie
100 ml de amarula
100 ml de cherry brandy
150 ml de gin
1 colher de chá de sêmen humano (recém colhido)
3 unidades de Yakult de 65ml
Acrescente gelo picado
Misture os ingredientes numa coqueteleira, mexa bem por 5 minutos e sirva em copo longo.

Read more: http://gordosuado.com/drink-a-base-de-esperma-humano-e-sucesso-nas-baladas/#ixzz1ub1774TC

Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...