domingo, 27 de maio de 2012


A BELEZA DA NATUREZA, OS NOVOS E SURPREENDENTES SERES VIVOS DESCOBERTOS EM 2011

O ano de 2011 foi especial para a ciência no que diz respeito a novos seres vivos descobertos. Cientistas do Instituto Internacional da Exploração de Espécies, da Universidade do Arizona nos Estados Unidos, elegeram as 10 descobertas mais fantásticas do ano passado de um total de 200 novos seres.

Vamos ao top 10:

Macaco-espirrador 
(Rhinopithecus strykeri)
Local: Miamar (Ásia)


Recebeu esse nome devido ao fato dele espirrar muito quando chove. A espécie já corre sério risco de extinção.

Água-viva-de-bonaire
(Tamoya ohboya)
Local: Caribe


Espécie extremamente venenosa caracterizada pelas belas cores.

Verme-do-diabo
(Halicephalobus mephisto)
Local: África do Sul


Essa espécie foi descoberta em minas de ouro no país africano à cerca de 1,3 km de profundidade. Nenhuma outra espécie multicelular já tinha sido descoberta em tamanha profundidade.

Orquídea-noturna
(Bulbophyllum nocturnum)
Local: Papua-Nova Guiné (Oceania)


A flor dessa espécie se abre por volta das 22 horas e se fecha durante as primeiras horas da manhã, sendo a única espécie de orquídea dentre as mais de 25 mil conhecidas que floresce durante a noite.

Vespa Parasita
(Kollasmosoma sentum)
Local: Espanha


Essa espécie ataca formigas; ela sobrevoa próximo ao chão e em um vigésimo de segundo ela deposita seus ovos dentro do corpo da formiga, que servirá de alimento para as larvas da vespa.

Cogumelo-bob-esponja
(Spongiforma squarepantsii)
Local: Ilha de Bornéu (Malásia)


Apesar de não ter nenhum parentesco com as esponjas, esse fungo se parece com esses animais, e acabou homenageado com o nome do desenho animado.

Papoula-do-outono-nepalesa
(Meconopsis autumnalis)
Local: Nepal (Ásia)


Seu habitat fica a entre 3,3 mil e 4,2 mil metros de altura em relação ao nível do mar, florescendo no  outono e não na primavera.

Embuá-gigante
(Crurifarcimen vagans)
Local: Tanzânia (África)


Maior milípede já encontrado na natureza (16 cm). Milípedes são parente dos insetos que tem vários pares de patas. 

Cacto-ambulante
(Diania cactiformis)
Local: China


Esse ser vivo já está extinto a pelo menos 520 milhões de anos. Medindo 6 cm ele lembra um verme, mas, ao mesmo tempo, apresenta dez pares de patas articuladas. Ele está sendo considerado um primeiro elo perdido entre os vermes e os artrópodes.

Tarântula-de-sazima
(Pterinopelma sazimai)
Local: Bahia (Brasil)


Essa aranha azul colocou o Brasil pela primeira vez na lista do top 10”. Descrita por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) recebeu esse nome em  homenagem ao cientista Ivan Sazima, que coletou indivíduos dessa aranha nas décadas 1970 e 1980. (O registro da nova espécie só é aceito quando ela é descrita em uma revista científica, por isso ela entrou na lista de 2011).
Postar um comentário

CONHEÇA A HISTÓRIA POR TRÁS DE UM DOS BEIJOS MAIS FAMOSOS DO PLANETA Você com certeza já viu a foto acima centenas de vezes, não é mesmo?...