segunda-feira, 9 de abril de 2012

A visão humana possui quantos megapixels?

Os olhos são os órgãos sensoriais da visão, os olhos capturam a luz que incide sobre as retinas dos olhos que é uma superfície parabólica de tecido vivo formado por células fotorreceptoras de luz que captam a luz e transformam essa energia luminosa em impulsos nervosos que adentram pelo nervo óptico que leva essas informações para o cérebro, para que lá sejam interpretados os feixes luminosos incindidos sobre os olhos, sendo os olhos as ferramentas com as quais o cérebro cria o campo visual; 
Ver com os olhos significa usá-los em prol da visão, enquanto o cérebro é a ferramenta essencial para processar os estímulos provenientes dos olhos criando a visão. Por isso, no sentido mais amplo da palavra visão (de percepção visual), esta requer a intervenção de zonas especializadas do cérebro no córtex visual que analisam e sintetizam a informação recolhida em termos de forma, cor, textura, relevo, etc. 
A visão é por isso a percepção das radiações luminosas, compreendendo todo o conjunto de mecanismos fisiológicos e neurológicos pelos quais essas radiações determinam impressões sensoriais de natureza variada, como as cores, as formas, o movimento, a distância e as intensidades das luzes visualizadas no ambiente. 
O olho é a câmera deste sistema sensorial e é no seu interior que está a retina, composta de cones e bastonetes, onde se realizam os primeiros passos do processo perceptivo. A retina transmite os dados visuais, através do nervo óptico e do núcleo geniculado lateral, para o córtex cerebral. No cérebro tem então início o processo de análise e interpretação que nos permite reconstruir as distâncias, cores, movimentos e formas dos objectos que nos rodeiam. 

Até bem pouco tempo atrás grande parte das pessoas confundia o "quilo", 10 elevado a terceira potência, com unidade de peso. Agora todos falam com propriedade de "mega", "giga" e "tera". Principalmente o primeiro já que, pelo menos por enquanto, a resolução das câmeras digitais está estacionado na casa do "mega", do um milhão de pixels. 
Mas você sabe quantos megapixels tem a visão humana? A retina humana tem uma média de cinco milhões de cones receptores nela. Os cones são os responsáveis da cor da imagem que vemos, com o que poderíamos deduzir que são 5 megapixeles o que temos como equivalente em nosso olho. Mas também há uns 125 milhões de bastonetes que detectam o contraste monocromático, que tem um um papel importante na nitidez da imagem que vemos. 
Mas ainda assim, 125 megapixes segue sendo uma má estimativa, porque principalmente, nosso olho não é uma câmera. Temos dois olhos que não param de piscar e se mover para cobrir um área muito maior que seu campo de visão e a composição de todas essas imagenes são unidas e analisadas pelo cérebro, de uma forma bem mais complexa e precisa que uma simples montagem de fotos. 
Num ambiente com luz satisfatória, conseguimos distinguir duas linhas finas separadas só por 0.01 graus. Isso equivale a dizer que, se nosso campo visual é de 120 graus na horizontal e 60 graus na vertical, temos um total de 576 megapixels de dados nessa imagem que estamos vendo neste exato momento. 


Curiosamente, muita gente não distingue a diferença de qualidade entre as fotografias de 300dpi e 150dpi (dpi=dot per inch=pontos por polegada) quando são impressas, observando-as de uma distância normal. Só que uma resolução de 150dpi é bem mais que suficiente para prover os dados suficientes a nosso cérebro para obter uma qualidade fotográfica como resultado. 
Outra curiosidade é que as mulheres tem mais cones e os homens mais bastonetes. Com o que podemos deduzir que as mulheres vêem as as cores mais brilhantes que os homens, mas nós temos melhor acuidade visual. 
Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...