sábado, 7 de abril de 2012

Atire a primeira pedra quem nunca teve dor nas costas!

2012-03-30 00:00
É muito comum ouvir falar de alguém que pelo menos alguma vez sentiu essa dor nas costas. A dor nas costas, que no Brasil é bastante comum em todas as idades e sexo, em especial em adultos e adolescentes com aproximadamente 36% sofrendo deste mal, 60-70% não procura atendimento especializado e 90% já sentiu dor pelo menos uma vez na vida. 
 
 
 
Dor nas costas pode se referir às diferentes regiões da coluna vertebral: cervical (pescoço), torácica (tórax) e lombar. Tem várias causas para sua aparição, entre elas: má postura, sedentarismo, doenças associadas (infecção, artrose, hérnia de disco), uso de salto alto pelas mulheres, entre outros. Sendo a mais comum a dor lombar e a que mais queixa trouxe por parte dos pacientes.
 

Dor lombar

Denominada lombalgia é a dor originada na região lombar da coluna que afeta entre 60 a 70% dos adultos.
Pode ser aguda ou crônica: A aguda é provocada por trauma ou esforço físico que implique uso da região lombar, o chamado “mau jeito”, podendo ser uma dor forte e súbita que geralmente acaba em pouco tempo.
Já a dor crônica é bem comum em pessoas de maior idade (artrose, hérnia de disco) sendo a maioria dos casos de caráter constante.
Vários fatores são causadores deste mal: está o fator familiar (genético), sedentarismo, atividades profissionais (pessoas que ficam sentadas o dia inteiro ou trabalhos repetitivos), hábitos ruins, obesidade, gravidez, trauma, depressão, doenças degenerativas (artrose, espondilite anquilosante).
 
Mas a causa mais comum: maus hábitos.
 Má postura em pé ou sentado numa cadeira, posições na cama durante o descanso afetam a coluna vertebral. 
Importante falar que a dor lombar chega a ser um sinal de algo acontecendo por trás: fique atento!
É realmente interessante pesquisar a raiz do problema: existem várias causas e as mais importantes já foram citadas. Por isso a importância de erradicar o problema de origem.


Estou com lombalgia, e agora

Bom, se for uma dor aguda e passageira, provavelmente seja de origem postural, é o que queremos focar neste artigo.
Mas se a dor for de caráter crônico e constante é melhor consultar um médico ou outro especialista na área de saúde. Existem diversos especialistas capazes de diagnosticar e tratar a causa de lombalgia: médicos, quiropratas, fisioterapeutas entre outros: sempre de acordo com o tipo de caso e a gravidade.
“É importante achar o diagnóstico correto para tratá-la corretamente”.

Faça esta pergunta pra si mesmo:
Tenho dores nas costas logo depois de sentar por muito tempo ou após deitar?

Pois bem, se a reposta for positiva tenha quase certeza que é por causa da sua má postura!

Duas atividades infalíveis para acabar logo com essa dor postural:

-Exercícios físicos regulares.
-Reeducação postural.

Pratique exercícios físicos regularmente: isto fortalecerá seus músculos e melhorará sua postura. Entre as atividades que mais beneficios oferecem para tal motivo são os alongamentos que devem ser feitos no mínimo 3 vezes por semana para ter resultados satisfatórios. Também se recomenda fazer exercícios que fortaleçam o abdômem, porque quando esses músculos estão fracos desalinham o corpo sobrecarrregando as costas.

Reeduque sua postura: Hábitos posturais mostradas nas imagens são as posições corretas para evitar dores nas costas. Uma boa postura no trabalho e durante o dia são indispensáveis para manter longe as dores nas costas.


A postura durante o sono também interfere: Exatamente, posições durante o descanso também afetam a coluna vertebral. Até o tipo de colchão e o travesseiro.
Aqui no vídeo mostra as posições corretas para quando for descansar na cama:
www.youtube.com/watch?v=fvESsCtxgFA&feature=related

Agora cabe a você MUDAR esta história. Se tiver alguma dúvida, consulte o seu médico.



Postar um comentário

SERÁ QUE OS OVOS DE CASCA ESCURA SÃO MAIS SAUDÁVEIS DO QUE OS BRANCOS? A ideia de "não julgar um livro pela sua capa" pode func...