5 mitos sobre ovos

1 – Gema de ovo não é saudável

É muito comum vermos pessoas que fazem omeletes só com a clara do ovo na tentativa de ter uma alimentação mais saudável, mas a verdade é que possivelmente isso não seja um grande diferencial.
As gemas realmente têm mais gordura e colesterol do que as claras, mas essas gorduras não são ruins e o consumo de colesterol não é necessariamente prejudicial à saúde – exceto para pessoas com doenças cardíacas e diabetes. Na dúvida sobre a quantidade ideal para o seu caso, consulte seu médico.

2 – Galinhas marrons produzem ovos de casca escura

A cor da casca do ovo, de fato, tem relação com a cor da galinha, mas não de suas penas. Os ovos escuros costumam ser botados por galinhas com os lóbulos das orelhas vermelhos – não, você não leu errado, estamos falando de lóbulos de orelhas de galinhas. Ovos de casca branca são botados geralmente por galinhas com lóbulos brancos.

3 – Ovos de casca marrom são mais saudáveis

Esse é um mito ainda sem origem definida, e não se sabe se a ideia veio de que ovo marrom pareça mais “integral” e, por isso mais saudável, mas a verdade é que a cor da casca do ovo não interfere em seu valor nutricional.

4 – Cada ovo é um pintinho

Assim como as mulheres ovulam, as galinhas botam ovos, e os que são colocados à venda não estão fertilizados – existem exceções, é claro, mas elas são acidentais e é bem difícil que você acabe comprando um ovo que tenha sido chocado. A verdade é que os ovos que você compra dificilmente se tornariam pintinhos.

5 – Ovos fertilizados têm mais proteína

A ideia de consumir um ovo fertilizado é bizarra para a maioria das pessoas, e, para que fique bem claro, isso raramente acontece. De qualquer forma, só por via das dúvidas mesmo, ovos fertilizados não são melhores nem piores para consumo e não têm mais proteína do que um ovo não fertilizado. 

FONTE(S)