quarta-feira, 24 de maio de 2017



Revista Sexy Especial :: Mari Lopes

revista sexy especial mari lopes

Mari Lopes nua na Revista Sexy Especial de abril. A musa do Flamengo nos mostra como é fácil acabar com a rivalidade no mundo do futebol.

Essa gata é capaz de conquistar torcedores de qualquer time. A modelo Marianna Lopes, de 27 anos, é natural de Natal-RN e ficou famosa nas redes sociais por publicar fotos sensuais com camisetas do seu time do coração.
Haja coração! Confira as fotos desse mulherão:
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
Mulher bonita é aqui! Siga o perfil mais sexy do Instagram.
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
revista sexy especial mari lopes
fonte:http://www.seujeca.com/revista-sexy-especial-mari-lopes/

sexta-feira, 19 de maio de 2017



O que aconteceria com a Terra se fosse atingida por uma tempestade solar?


Quando se pensa em tempestade solar logo se imagina vários meteoros caindo do céu, bolas de fogo sobre a Terra e pessoas correndo desesperadas. Porém, a tempestade solar não passa de uma pertubação temporária da magnetosfera terrestre causada por uma onda de choque do vento solar que interage com o campo magnético da Terra.
Essas descargas magnéticas geram radiações e liberam partículas e gases de temperaturas elevadas. Quando essas tempestades se movem em direção à Terra podem fazer com que os satélites e redes elétricas fiquem comprometidos, provocar várias consequências para o meio ambiente, como furacões, terremotos e tornados. Além disso, é possível que o comportamento de alguns animais se  alterem.
Essas tempestades solares são capazes de produzir ondas que alcançam 6 milhões de quilômetros por hora. Elas podem chegar a Terra em diferentes intensidades e são classificadas como A, B e C de acordo com a força, M é categorizada como moderada e X para as mais fortes.
Um estudo realizado pela Nasa sobre a tempestade solar afirma que o fenômeno pode influenciar campos magnéticos e também influenciar o senso de direção da baleias, golfinhos e de outros animais marinhos que contam com ajuda de bússolas internas para se locomoverem. Isso justificaria os diversos casos de baleias encalhadas no mundo.
Nos dias de hoje, se uma tempestade solar acontecesse poderia atingir todo o sistema de distribuição de energia do mundo. Isso significa que milhões de pessoas ficariam sem energia elétrica e teriam que dar adeus a Internet, água quente, abastecimento de água, alimentos perecíveis, tecnologia como GPS e aparelhos celulares e tirar dinheiro de caixa eletrônico. Esses efeitos poderiam durar anos e o custo econômico ultrapassaria R$ 2 trilhões.
Outra coisa que poderia acontecer no caso de ocorrer uma tempestade solar seria a interrupção nos sinais de rádio entre a Terra e os satélites em órbita A comunicação de aviões voando sobre os polo poderiam serem cortadas, por exemplo. Além disso, alguns animais poderiam ser extintos, como as baleias e golfinhos.
Caso Carrington
Em 1859 uma tempestade solar atingiu a Terra e provocou um colapso nos serviços telegráficos, esse fato ficou conhecido como Carrington em homenagem a Richard Carrington, o astrônomo inglês que viu o sol incendiar-se com seus próprios olhos. Se isso acontecesse nos dias de hoje, onde a energia elétrica é mais utilizada, os estragos poderiam ser ainda maiores.
De acordo com a Nasa, nenhuma tempestade solar já atingiu uma missão tripulada no espaço. Porém, em 1972 durante a missão Apollo 16 e 17, a Nasa registrou diversas rajadas solares que poderiam matar um ser humano desprotegido.
fonte:http://www.fatosdesconhecidos.com.br/o-que-aconteceria-com-terra-se-fosse-atingida-por-uma-tempestade-solar/

Mulher quebra o pescoço duas vezes em 6 anos: uma rindo e outra espirrando


Desgraça pouca é bobagem na vida de Monique Jeffrey, da Austrália: em 2011, ela estava deitada na cama, lendo e-mails, quando espirrou e quebrou o pescoço, na altura das vértebras C1 e C2. A situação era muito, muito, MUITO inusitada e dificilmente aconteceria de novo. Mas estamos falando de Monique Jeffrey, a Joseph Climber australiana, e ela quebrou o pescoço DE NOVO, em mais um acidente bizarro.
No mês passado, ela estava no trabalho, com um torcicolo bem desconfortável. Seus colegas estavam fazendo piadas sobre o que ela teria feito para conseguir essa dorzinha quando o inesperado aconteceu: Monique dobrou o pescoço para trás durante uma gargalhada e novamente “ganhou” uma fratura.
A vida é mesmo uma caixinha de surpresas: Monique agora está internada para a recuperação
Ela se lembrou do acidente anterior e manteve a calma – mesmo não conseguindo mais mover o pescoço depois de quebrá-lo pela segunda vez. Na primeira ocasião, ela usou um imobilizador por 14 semanas, só que agora a situação foi um pouco mais bizarra, e a mulher está usando um dispositivo complexo, aparafusado a seu crânio, para nenhum movimento atrapalhar a recuperação.
Um terceiro acidente do tipo não está mais descartado, principalmente pelo fato de Monique ter tido duas fraturas em um intervalo de pouco mais de cinco anos. Após o período com o equipamento na cabeça, ela vai precisar fazer fisioterapia para fortalecer os músculos do pescoço, e os médicos ainda não descartam uma cirurgia para fundir as vértebras C1 e C2 para tentar evitar que novamente causem alguma fratura.
Monique não perdeu o bom humor apesar da situação em que se encontra
FONTE(S) 


Os carros mais econômicos do Brasil em 2017

Os carros mais econômicos do Brasil em 2017
Como é de costume no mês de abril, o Conpet, programa oficial do governo que mede o consumo de combustível dos automóveis comercializados no Brasil, divulga a lista dos carros mais econômicos que se pode comprar por aqui. E nós vamos mostrar quais são eles!
No ano passado, a lista do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) incluiu 795 modelos. Neste ano, o número aumentou: são nada menos que 864 modelos, distribuídos em 33 fabricantes distintas, entre nacionais e importados, divididos em categorias de acordo com o tamanho. É muito carro e, por isso, vamos nos ater aos três mais econômicos – e os três mais beberrões – de cada categoria.
Consideramos, mais uma vez, os carros mais econômicos em números absolutos, considerando a média de consumo na cidade e na estrada (desta vez, o Conpet não forneceu os dados de consumo combinado). Vale frisar que as categorias não respeitam critérios muito definidos quanto ao deslocamento do motor, sua eficiência energética e o tamanho do carro. Com isto, alguns posicionamentos podem soar meio estranhos – por exemplo, o sedã popular Chevrolet Prisma na mesma categoria do híbrido Prius, a dos médios; ou o Fiat Novo Uno Way no meio dos utilitários esportivos compactos.
Com isto em mente, vamos lá?

Compacto

peugeot_208_24_1
1º – Peugeot 208 1.2 12v: 16,9 km/l (estrada) / 15,1 km/l (cidade)
2º – Citroën C3 1.2 12v: 16,6 km/l (estrada) / 14,8 km/l (cidade)
3º – Ford Ka SE 1.0 12v: 15,7 km/l (estrada) / 13,5 km/l (cidade)
Os motores de três cilindros dominam a categoria dos compactos. O motor de 1,2 litro do Grupo PSA responde pelas duas primeiras posições, cumprindo a promessa de ser o mais econômico da categoria.

Médio

autowp_1086928178
1º – Toyota Prius 1.8 16v: 17 km/l (estrada) / 18,9 km/l (cidade)
2º – Lexus CT200H 1.8 16v: 14,2 km/l (estrada) / 15,7 km/l (cidade)
3º – Chevrolet Prisma 1.0 8v: 15,8 km/l (estrada) / 13,1 km/l (cidade)
Um exemplo da imprecisão na hora de definir as categorias é a categoria dos médios: o Toyota Prius e o Lexus CT200H são híbridos importados de alta tecnologia, em um patamar completamente diferente do terceiro colocado, um sedã compacto nacional com motor naturalmente aspirado.

Grande

civic-10 (21)
1º – Honda Civic 1.5 turbo 16v: 14,4 km/l (estrada) / 11,8 km/l (cidade)
2º – Audi A3 Sedan 1.4 turbo 16v: 14,2 km/l (estrada) / 11,7 km/l (cidade)
3º – Chevrolet Cruze turbo 1.4 16v: 14,0 km/l (estrada) / 11,2 km/l (cidade)
A modernização dos sedãs médios, com motores menores e turbinados, deu resultado: os quatro-cilindros de baixo deslocamento vieram mesmo para ficar, deixando os naturalmente aspirados com as últimas posições.

Carga derivado

chevrolet_montana_sport
1º – Chevrolet Montana LS1 1.4 8v: 13,4 km/l (estrada) / 11,7 km/l (cidade)
2º – Chevrolet Montana Sport 1.4 8v: 12,6 km/l (estrada) / 11,3 km/l (cidade)
3º – Volkswagen Saveiro CE 1.6 8v: 12,8 km/l (estrada) 10,9 km/l (cidade)
Sem muita novidade aqui: as picapes compactas (ou “veículos de carga derivados de automóveis”, para o Conpet) seguem com motores de quatro cilindros com cabeçote de oito válvulas e, pelo menor deslocamento, o 1.4 da Chevrolet bebe menos.

Comercial

mercedes-benz_vito_tourer_base_1
1º – Mercedes-Benz Vito 111 CDI 1.6 turbodiesel 16v: 14,0 km/l (estrada) / 10,1 km/l (cidade)
2º – Renault Kangoo Express 1.6 16v: 10,9 km/l (estrada) / 10,4 km/l (cidade)
3º – Kia K2500 LD 2.5 turbodiesel 16v: 8,6 km/l (estrada) / 9,8 km/l (cidade)
Com seu motor de injeção direta, o Mercedes-Benz Vito é bem mais econômico que o segundo e o terceiro colocados no ranking – o Renault Kangoo, com motor a gasolina, e o Kia Bongo 2500, com um motor maior e de concepção mais antiga.

Minivan

chevrolet_spin_advantage_5
1º – Chevrolet Spin 1.8 8v manual: 13,7 km/l (estrada) / 11,8 km/l (cidade)
2º – Chevrolet Spin 1.8 8v automática: 13,1 km/l (estrada) / 10,9 km/l (cidade)
3º – Citroën Grand C4 Picasso 1.6 turbo 16v: 12,0 km/l (estrada) / 9,9 km/l (cidade)
O Citroen Grand C4 Picasso usa o motor Prince do grupo PSA, desenvolvido em parceria com a BMW, mas o fato de ser um carro maior e mais pesado aumentou um pouco o consumo e, por isso, a minivan francesa gasta mais do que a Chevrolet Spin, que tem motor 1.8 naturalmente aspirado de 8 válvulas.

Fora de Estrada

land_rover_range_rover_evoque_28
1º – Land Rover Evoque 2.0 turbodiesel 16v: 15,8 km/l (estrada) / 11,9 km/l (cidade)
2º – Mitsubishi Outlander 2.3 turbodiesel 16v: 13,7 km/l (estrada) / 10,8 km/l (cidade)
3º – Land Rover Discovery Sport 2.0 turbodiesel 16v: 13,0 km/l (estrada) / 10,9 km/l (cidade)
Sem novidades aqui: SUVs com motores turbodiesel são os mais econômicos entre os off-roaders. O Evoque, mais leve dos três primeiros colocados, leva uma vantagem perceptível.

Esportivo

mini_cooper_s_19
1º – Mini Cooper 2.0 turbo 16v: 14,0 km/l (estrada) / 11,1 km/l (cidade)
2º – BMW i8 1.5 turbo 12v: 13,6 km/l (estrada) / 11,3 km/l (cidade)
3º – Mini John Cooper Works 2.0 turbo 16v: 13,2 km/l (estrada) / 10,6 km/l (cidade)
Além do motor menor, o BMW i8 tem tecnologia híbrida e bebe menos na cidade. Mas o Mini Cooper, com seus 14 km/l e motor 2.0 turbo, consegue superá-lo nos decimais: na média geral, é 0,2 km/l mais econômico. A tabela não leva isto em consideração.

Extra Grande

ford_fusion_56
1º – Ford Fusion Hybrid 2.0 16v: 15,1 km/l (estrada) / 16,8 km/l (cidade)
2º – Audi A4 sedan 2.0 turbo 16v: 14,3 km/l (estrada) / 11,0 km/l (cidade)
3º – Audi A4 Avant 2.0 turbo 16v: 13,5 km/l (estrada) / 10,5 km/l (cidade)
O Fusion é definitivamente um carro maior que o A4, mas ambos estão na mesma categoria. E, com seu conjunto híbrido que prioriza o motor elétrico em baixa velocidade, seu consumo na cidade é bem menor.

Subcompacto

volkswagen_up_connect_33
1º – Volkswagen Up TSI 1.0 turbo 12v manual: 16,1 km/l (estrada) / 13,8 km/l (cidade)
2º – Volkswagen Up 1.0 12v i-Motion: 15,8 km/l (estrada) / 14,0 km/l (cidade)
3º – Volkswagen Up 1.0 12v manual: 14,8 km/l (estrada) / 13,7 km/l (cidade)
O três-cilindros da Volkswagen, naturalmente, rende mais e consome menos com o turbocompressor, mas a diferença não é tão grande – mais uma evidência de que os três-cilindros modernos são o futuro neste segmento.

Utilitário Esportivo Compacto

fiat_uno_way_44
1º – Novo Uno Way 1.3 8v manual: 14,0 km/l (estrada) / 12,9 km/l (cidade)
2º – Novo Uno Way Dualogic 1.3 8v automatizado: 13,7 km/l (estrada) / 13,2 km/l (cidade)
3º – Peugeot 2008 1.6 turbo 16v: 13,5 km/l (estrada) / 12,5 km/l (cidade)
Uma das categorias mais bizarras, com representantes de todos os espectros do mercado automotivo. O Uno Way com motor Firefly, um compacto aventureiro, evidentemente seria mais econômico do que um crossover mais pesado – e temos de observar que a diferença é pouca.

Utilitário Esportivo Grande

volvo-xc90-juliano-barata-flatout-13
1º – Volvo XC90 T8 2.0 16v: 15,8 km/l (estrada) / 15,3 km/l (cidade)
2º – Porsche Cayenne 3.0 turbo 24v: 12,2 km/l (estrada) / 12,1 km/l (cidade)
3º – Subaru Forester 2.0 16v: 14,4 km/l (estrada) / 10,0 km/l (cidade)
O motor 2.0 turbo do Volvo XC90 mostra a que veio em termos de economia, superando de longe o boxer do Subaru, também com quatro cilindros e dois litros, porém naturalmente aspirado.

Micro Compacto

FIAT_MOBI_LIKEON_001
1º – Fiat Mobi Easy 1.0 8v:  15,2 km/l (estrada) / 13,5 km/l (cidade)
2º – Fiat Mobi Easy On 1.0 8v: 14,3 km/l (estrada) / 12,7 km/l (cidade)
3º – Fiat Mobi Way 1.0 8v: 14,2 km/l (estrada) / 12,6 km/l (cidade)
Pequeno e leve, o Mobi com motor 1.0 8v foi o mais econômico dos microcompactos, superando Chery QQ e Kia Picanto.
fonte:https://www.flatout.com.br/os-carros-mais-economicos-do-brasil-em-2017/

quarta-feira, 17 de maio de 2017


Você sabia que o ovo é umami?



Curiosidades são sempre bem-vindas ao conhecimento humano, ainda mais quando influenciam positivamente a qualidade de vida das pessoas. O ovo, que já foi o vilão da alimentação, hoje é reconhecido por ser um alimento muito rico em nutrientes essenciais à vida, como minerais, vitaminas, proteínas, aminoácidos e ácidos graxos.
Além de ser importante fonte de proteína, ele exerce papel fundamental em muitas etapas da vida, como no processo de crescimento e desenvolvimento, e em processos do organismo, como a regeneração e o transporte de nutrientes, entre outras funcionalidades. No entanto, esse alimento também possui uma peculiaridade benéfica para todas as idades: o gosto umami — que, ao lado do salgado, do doce, do azedo e do amargo, completa os cinco gostos básicos do paladar humano.

Quinto sabor

Dentre os nutrientes presentes no ovo, como vitaminas, minerais, colina e carotenoides, a nutricionista do Instituto Ovos Brasil, Lúcia Endriukaite, ressalta que a presença do gosto umami confere muitos benefícios e duas características principais: o aumento da salivação e o prolongamento do sabor. “O umami é responsável pela melhora na aceitação alimentar de idosos, pois favorece a secreção salivar, e é ótimo aliado na digestão de proteínas e na higiene bucal”, comenta a especialista.
O ácido glutâmico, aminoácido responsável por conferir o gosto umami, está presente no ovo em uma concentração de aproximadamente 10 mg por unidade, sendo 7,5 mg apenas na gema. E embora a maioria das receitas levem ovos, há uma concentração mínima para que ocorra a percepção do quinto gosto.
“Para o umami marcar presença no paladar, é preciso que a preparação possua cerca 1,2 mg de glutamato a cada 100 mg”, afirma Lúcia. “Uma dica é adicionar tomate e cogumelos à omelete, por exemplo. A combinação de três alimentos umami aumenta a percepção desse gosto e garante melhorias à saúde”.

Umami

Descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda, o umami é o quinto gosto básico do paladar humano. Ele foi reconhecido cientificamente no ano 2000, quando pesquisadores da Universidade de Miami constataram a existência de receptores específicos para esse gosto nas papilas gustativas.
O aminoácido ácido glutâmico e os nucleotídeos inosinato e guanilato são as principais substâncias Umami. As duas maiores características do Umami são o aumento da salivação e a continuidade do gosto por alguns minutos após a ingestão do alimento. 
FONTE(S)

21 fatos bizarros que são a mais pura verdade



Quanto mais navegamos na internet, menos coisas nos surpreendem. Todo o pack de curiosidades do mundo virtual tem tornado as coisas mais “normais”.
Sendo assim, revirando o submundo da web, compilamos uma lista de fatos aparentemente absurdos, mas que — felizmente ou não — são reais.
1 – O isqueiro foi inventado antes do fósforo. Isso mesmo, o primeiro foi formalmente patenteado em 1823, enquanto o segundo, três anos mais tarde.
2 – Se você mantiver seu peixe-dourado em um quarto escuro, ele perderá a cor. 
3 – A extensão da Rússia é maior que a de Plutão. O primeiro tem longos 10 mil km, enquanto o segundo, 7,2 mil km.
4 – Flores crescem mais rápido com acompanhamento musical, ou seja, um sonzinho para as plantíneas cai bem! 
5 – A cada 2 minutos, tiram-se mais fotos que em todo o século 19.
6 – Segundo os cientistas, quanto maior o QI de uma pessoa, mais vezes ele ou ela sonhará à noite.
7 – Os piratas usavam o tampão em apenas um olho para melhorar sua visão noturna.
8 – É mais fácil morrer com a queda de um coco na sua cabeça do que por causa de um ataque de tubarão. Mas, também, quem vai ficar nadando perto de tubarão?!
9 – Queimamos mais calorias franzindo a testa que sorrindo. 
10 – Se os carros voassem, levariam apenas 1 hora para chegar ao espaço.
11 – O abridor de latas foi inventado 48 anos após as próprias comidas enlatadas.
12 – As baleias que cantam ou emitem os sons errados se perdem e vivem sozinhas. Que triste!
13 – Os olhos dos avestruzes são maiores que o próprio cérebro. Literalmente, eles têm “os olhos maiores que a vontade”.
14 – Fumar cigarros era considerado saudável antes dos anos 1950.
15 – O rei de copas é o único rei sem bigode no baralho.
16 – Em 1932, o exército australiano declarou guerras às emus — ave nativa da Austrália —, sendo a batalha vencida pelas aves.
17 – A Nintendo foi fundada à época do Império Otomano.
18 – Uma bola de vidro pode pular mais que uma de borracha.
19 – Dois terços da população mundial nunca viram neve.
20 – Pessoas ainda eram condenadas à guilhotina quando “Star Wars” foi lançado.
21 – Não foram escravos que construíram as pirâmides, mas sim trabalhadores bem pagos e bem alimentados, segundo estudos modernos.

Revista Sexy Especial :: Mari Lopes Mari Lopes  nua na Revista Sexy Especial de abril. A musa do Flamengo nos mostra como é fácil ...