Trabalhar nem sempre é legal: vez ou outra, a gente acaba se submetendo a empregos desgastantes e que não parecem nos servir para muita coisa além de pagar os boletos no começo do mês. Às vezes, porém, a gente nem se dá conta do quanto é infeliz com nossas funções, mas alguns pequenos sinais podem ser observados ao longo da jornada de trabalho.
Particularmente, já tive experiências bizarras na minha vida que me faziam ter vontade de sair gritando pela rua. Hoje, felizmente, estou aqui no Mega e espero continuar por muito tempo – até porque não sinto nenhum dos sinais abaixo. Porém, se você está passando por uma fase ruim, reveja se vale a pena continuar onde você está apenas pela comodidade.
Lembre-se: você só vive uma vez, então deve trabalhar naquilo que te agrada. E nem sempre o que te faz feliz hoje te fará feliz para sempre. Então, mudanças às vezes são necessárias. Confira se você está passando por alguns dos sinais abaixo e reflita se não é hora de dar um basta e seguir um novo rumo.

1. Você é subestimado e subvalorizado

Ninguém melhor do que você para saber o seu potencial. É comum, em empresas hierárquicas, que alguns talentos acabem não sendo notados em níveis mais baixos. Se você faz parte desse time e não vê nenhuma perspectiva de mudança, talvez esteja na hora de você acender o sinal de alerta.
Essa falta de reconhecimento pode acontecer de diversas maneiras: um aumento que nunca acontece ou um “obrigado” que nunca chega também são formas de não valorizar aquilo que você faz. Se isso está te incomodando, será que vale a pena continuar na empresa?

2. Suas ideias não são ouvidas

Um bom ambiente de trabalho é aquele em que as ideias de todos os funcionários são ouvidas e levadas em consideração. Às vezes, você trabalha na parte financeira, mas tem alguma ideia bacana no setor de marketing, por exemplo. Por mais que você não tenha o know-how necessário, o olhar de fora pode ajudar todo mundo.
Algumas empresas incentivam essa partilha de informações e ideias. Quanto mais os funcionários se sentirem à vontade de compartilhá-las, mais eles se sentirão felizes em suas colocações. Portanto, comece a notar se você é ouvido ou se é apenas mais um número para seus patrões.

3. O trabalho te sufoca

Se você sofre todo dia para ir para a empresa de manhã e chegando lá não vê a hora de ir embora, isso pode ser um sinal de que as coisas não estão indo muito bem. Lembre-se: a maior parte do seu dia você passará no trabalho, então por que desperdiçar a vida com algo que te causa tamanho tormento?

4. Você não se sente produtivo

Dias monótonos e cansativos são bastante comuns. Porém, se eles se repetem com muita frequência e você sente que não está rendendo como gostaria, talvez seja hora de alçar novos voos. O trabalho deve te deixar feliz não apenas por conta do salário no fim do mês: você deve acreditar que está fazendo algo bom e bacana para o mundo, para a empresa ou para si próprio.

5. Você não está aprendendo nada

A vida é um eterno aprendizado, como você deve estar careca de saber. Porém, se você deixou de adquirir conhecimento no seu atual emprego, pode ser um sinal de que as coisas não estão indo muito bem. Novos desafios podem ser assustadores, é claro, mas a estagnação é ainda mais desgastante. Pense nisso!

6. Você atingiu o limite

Todo mundo quer ser reconhecido e subir na empresa, certo? Bem, ao menos esse é o sentimento da grande maioria dos funcionários. Mas e quando você atingiu o ponto máximo de sua carreira dentro da empresa? Por mais bacana e produtivo que o seu trabalho seja, às vezes não existe espaço na corporação para você crescer ainda mais. Nessas horas, você precisa decidir se vale a pena continuar como está ou se encara o desafio de uma nova jornada.
***
Claro que esses sinais não precisam ser levados tão ao pé da letra, afinal, a crise financeira mundial está aí para mostrar que não dá para sair desperdiçando oportunidades de trabalho. Porém, também não devemos desperdiçar muito tempo da nossa vida em lugares que a gente sabe que não nos levarão a lugar nenhum.
Será que não é hora de começar um negócio próprio? Será que uma nova graduação pode ser a solução? Será que se mudar para o Canadá é uma opção viável? Antes de qualquer decisão, pense bem nos prós e contras que ela trará. E lembre-se: você também merece ter reconhecimento e ser feliz.