segunda-feira, 2 de maio de 2016


Mitos e verdades sobre tatuagem


Quem no mundo em algum momento da vida não teve a vontade de fazer uma tatu, mesmo que pequenininha, quase que hipersensível. Mas o medo é maior que a vontade. 
Antes de tomar a decisão entre fazer ou não fazer uma tatuagem é comum ouvir muitas dicas e opiniões. “Vai doer”, “nunca mais vai sair da sua pele”, “não pode comer chocolate nem pegar sol” são apenas algumas das mais comuns. Neste post você vai ver as dicas da dermatologista Mariana Pinheiro, do Rio de Janeiro, que desvendou essas afirmações. Acompanhe!

1) GRÁVIDAS NÃO DEVEM SE TATUAR. VERDADE!

Para a especialista o melhor é evitar. “Durante a gestação, a mulher fica com o sistema imunológico alterado. Portanto, o risco de contrair infecções ou alergias aumenta. Além disso, caso o material não tenha sido esterilizado corretamente ou não seja descartável, há sempre a ameaça de se contaminar por vírus, como os da hepatite B e C e do HIV”, explicando que essas são doenças de transmissão vertical, ou seja, são conduzidas da mãe para o feto.

2) TATUAGEM PODE PROVOCAR QUELOIDES. VERDADE!

Segundo a médica, qualquer pessoa pode desenvolver queloide no local tatuado. “É importante lembrar que, geralmente, há a predisposição individual e, eventualmente, uma tendência familiar”, explicou, diferenciando o quadro de uma cicatriz hipertrófica. “A reação fica restrita aos traços, enquanto que o queloide pode exceder a área da tatuagem”.

O que é Queloide?

Queloide ocorre quando há crescimento em excesso do tecido de cicatrização no local de um ferimento já curado.
Os queloides são constituídos por lesões salientes, avermelhadas, rosadas ou escuras e podem ocorrer em qualquer cicatriz na pele. Por serem benignos, não contagiosos e indolores, são mais um problema estético do que um problema de saúde em si. 
Podem se formar em qualquer parte do corpo em que haja algum ferimento já cicatrizado, a exemplo de:  
  • Acne
  • Queimaduras
  • Varicela
  • Furos nas orelhas
  • Pequenos arranhões
  • Cortes cirúrgicos
  • Tatuagens
  • Feridas traumáticas
  • Locais de vacinação.


3) POMADAS OU CREMES HIDRATANTES COM ATIVOS CICATRIZANTES PODEM SER USADOS NA REGIÃO. VERDADE!

Os primeiros dias, enquanto o machucado ainda é recente, são ideais para a aplicação desse tipo de produto, já que a hidratação evita a descamação e beneficia todos os tipos de pele. Aposte em opções que apresentem ação antibiótica específica ou que sejam à base de pantenol. Produtos que contenham em sua formulação água termal são sempre bem vindos!

Dica:
 Comprar

Contractubex é indicado para o tratamento de cicatrizes com o objetivo de melhorar a qualidade da cicatrização e prevenir o aparecimento de cicatrizes hipertróficas e queloides.
É um produto combinado à base de Cepalin, alantoína e heparina. 
  • Cepalin atua como anti-inflamatório e possui efeito antialérgico e ação antibacteriana. Essas propriedades estimulam a reparação da pele além de conter a formação de cicatrizes anormais. 
  • Heparina possui propriedades anti-inflamatórias, antialérgicas, antiproliferativas e promove a hidratação do tecido endurecido causando um relaxamento das cicatrizes. 
  • Alantoína possui propriedades cicatrizantes, queratolíticas, hidratantes, epitelizantes e anti-irritantes. Além disso, a alantoína possui um efeito suavizante que diminui o prurido associado a formação de cicatrizes. Esses ativos, juntos, promovem um alto efeito na contenção da formação de cicatrizes.

 Comparador de preços - CLIQUE FARMA
 

4) ALIMENTOS CONDIMENTADOS, FRUTOS DO MAR E CHOCOLATE NÃO DEVEM SER INGERIDOS. MITO!

A médica explicou que esses alimentos não possuem influência no processo de cicatrização da pele. Contudo, é preciso ficar atento! Pessoas que têm alergia ou intolerância alimentar a algum desses itens devem evitá-los.

5) NÃO É INDICADO EXPOR A TATUAGEM AO SOL. VERDADE!

A radiação solar provoca a queimadura da pele, que, por sua vez, acelera o processo de descamação e renovação da região. Segundo a médica, expor o novo desenho à radiação pode alterar a cor e ainda atrapalhar a cicatrização. Portanto, nunca se esqueça de usar um protetor solar com no mínimo FPS30!

6) É PRECISO EVITAR A PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS NOS PRIMEIROS DIAS. VERDADE!

Para a Dra. Mariana, o que acaba influenciando na cicatrização da tattoo é o contato com o suor. “O excesso de oleosidade aumenta o risco de infecções e atrapalha o processo de cicatrização”.

7) A TATUAGEM NÃO PROVOCA REAÇÕES NA PELE. MITO!

Segundo a dermatologista, o paciente pode desenvolver coceira, ardência, alergias, vermelhidão e dor a curto prazo, também chamado de pós-imediato. Enquanto que, no período pós-tardio, as reações mais comuns são a cicatriz hipertrófica e o queloide. Caso a pele apresente algum desses sintomas, procure um médico da Sociedade Brasileira de Dermatologia para uma avaliação precisa do quadro.

8) É NECESSÁRIO AGUARDAR UM ANO PARA DOAR SANGUE. VERDADE!

Respeitar esse tempo é importante devido ao risco de contaminação pelos vírus da hepatite B e C e também do HIV. Por isso, para evitar o contágio, certifique-se de que o material utilizado pelo(a) tatuador(a) é descartável e está esterilizado!
Depois de escolher um tatuador de confiança para realizar o procedimento, não se esqueça de aplicar essas dicas e conquistar um bom resultado, livre de complicações!

Atenção: Não escolha um tatuador pelo preço e sim pela sua experiência e credibilidade.
fonte:http://fulaninhaentretenimentos.blogspot.com.br/2016/04/mitos-e-verdades-sobre-tatuagem.html
Postar um comentário

O que aconteceria com a Terra se fosse atingida por uma tempestade solar? Quando se pensa em tempestade solar logo se im...