Em 12 de agosto de 30 aC, a rainha egípcia Cleópatra tirou a própria vida dentro de um mausoléu em Alexandria. Durante mais de duas décadas foi a última faraó independente do Egito, ela se envolveu em lutas de poder cruéis com seus irmãos, lutou contra o futuro imperador romano e se envolveu em alianças militares e negócios com Júlio César e Marco Antônio. Ela é lembrada como uma das figuras mais brilhantes e atraentes da antiguidade, mas muitos dos detalhes de sua vida são desconhecidos. No aniversário da sua morte, veja 5 fatos surpreendentes sobre a Rainha lendária do Nilo.
Matéria copiada ilegalmente do site Lista Curiosa - www.listacuriosa.com.br
1. Sua beleza não era tão importante
Embora tenha sido retratada como uma sedutora que usava seu apelo sexual para influenciar a política, não era sua beleza física que a tornava atraente: ela falava uma dúzia de línguas e entendia de matemática, filosofia, oratória e astronomia. O historiador Plutarco, apesar de odiá-la, dizia que Cleópatra tinha um encanto irresistível, o qual nascia de sua conversa.
2. Ela gostava de impressionar autoridades estrangeiras
No ano 48 a.C., Cleópatra recebeu Júlio César, em Alexandria, escondida em um tapete, já que seu irmão Ptolomeu XIII a havia impedido de encontrar o imperador romano. Quando ela apareceu diante dele, estava usando um vestido deslumbrante, que o fez se apaixonar imediatamente. Em 41 a.C., ela manteve conversas com Marco Antônio e o encontrou em um lindo barco, no qual apareceu vestida de Afrodite, além de ter disfarçado seus servos de cupidos.
3. Criou um clube de “bebedeira” com Marco Antônio
Em 41 a. C., Cleópatra e Marco Antônio, apaixonados, criaram um clube de bebedores. Segunda a lenda, eles ficaram um ano inteiro realizando dezenas de festas, nas quais comiam até vomitar e bebiam até cair.
4. Ela pode não ter morrido pela picada de uma cobra
A lenda diz que Cleópatra se matou deixando que uma cobra lhe transmitisse seu veneno. Entretanto, essa teoria não é compartilhada por todos os historiadores: Plutarco afirmou que a rainha mantinha veneno escondido em suas roupas; outros dizem que ela teria cravado um punhal em si mesma ou se picado com um alfinete submerso no veneno de cobra.
5. Foi filha de um incesto
Os membros da dinastia ptolemaica costumavam se casar em família para preservar a pureza de sua linhagem. Muitos antepassados de Cleópatra se casaram entre primos e irmãos, e o mais provável é que seus próprios pais tenham sido irmãos.
fonte:http://listacuriosa.com.br/5-fatos-sobre-cleopatra-que-voce-precisa-saber/