quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Cafés da manhã ao redor do mundo registrados por uma viajante.

O café da manhã é a refeição mais importante do dia, embora tenha uma cara e um sabor diferente dependendo do país em que é preparado. Enquanto nos EUA é comum se empanturrar com panquecas e bacon em uma refeição matinal, em países como a Tailândia o habitual é comer peixes, carne de porco e arroz.
Victoria Philpott não é apenas uma entusiasta de viagens pelo mundo, ela também aprecia as várias combinações de pratos e variedades dos cafés da manhã consumidos todos os dias durante suas viagens. Ela reuniu em seu blogmais de 50 apetitosas imagens de cafés da manhã consumidos em dezenas de países.
Obviamente que o gosto de todo mundo varia, mas é interessante reparar como as diferentes culturas pelo mundo preparam o que pensam ser a melhor refeição para iniciar o dia.

Irã

Quando um café da manhã mais light não é o suficiente, os iranianos comem o Halim; uma mistura de trigo, canela, manteiga e açúcar cozidos e misturados com carne desfiada. Ele é servido em uma grande tigela e pode ser apreciado quente ou frio.

Filipinas

Frutas locais como manga, arroz e pequenas salsichas (conhecidas como longganisa). Quando frito com sal e dentes de alho são chamadas de Sinangag. O Sinangag é então combinado com ovos, carnes e feijão.

Escócia

Haggis (buchada de carneiro) acompanhado de um ovo frito em gordura e salsichas quadradas conhecidas como Lorne.

Alemanha

Wursts (típica salsicha alemã), queijos locais e pão recém-assado na companhia de um café forte.

França

Croissants simples ou com amêndoas moídas, manteiga, chocolate ou creme.

Suécia

A panqueca sueca é conhecida como Pannkakor, que é semelhante a um crepe,e é servido com recheio de frutas doces.

Polônia

Jajecznica: ovos mexidos, coberto com fatias de salsicha e acompanhado por duas panquecas de batata.

Turquia

Algumas variedades de queijo, manteiga, azeitonas, ovos, tomates, pepinos, compotas, mel e carne picante.

Inglaterra

O típico café da manhã inglês tem feijão, salsichas, bacon, ovos, cogumelos, batatas fritas e torradas comumente acompanhados de uma xícara de chá.

Austrália

Vegemite (pasta de leveduras) espalhado na torrada.

Japão

Tofu com peixe e arroz misturado com molho de soja.

Tailândia

Peixe mentolado e picante servido com carne de porco doce e arroz.

Egito

Um prato chamado Madamas Foul que é feito a partir de grãos de fava, grão de bico, alho e limão.

Colômbia

A changua é popular na Colômbia e é feita de leite, cebolinha e queijo.

Índia

Tofu, lentilhas, salsicha vegetariana, torradas e batatas assadas.

México

Nachos, queijo e feijão com muita pimenta são servidos em um café da manhã típico no México.

Gana

Um prato chamado waakye feito basicamente de arroz cozido com feijão.

EUA

Panquecas caseiras e grossas com bacon.

Rússia

Oladi é um espécie de  panqueca frita, macia por dentro e com uma borda crocante. É melhor apreciada com coalhada, mel, compotas ou frutas frescas.

China

O café da manhã é parecido com o almoço e o jantar na China: macarrão, arroz, frango e vegetais fritos.
Fonte: mymodernmet.com



Fotos interessantes e as histórias por trás delas 

Confira outra sequência de fotos interessantes e suas histórias. Desta vez, numa versão totalmente brasileira.
antigas_brasil_01

Escravos transportam senhora em uma liteira, em São Paulo, por volta de 1860.





antigas_brasil_02

Oficial brasileiro e soldado paraguaio prisioneiro. Por volta de 1865. Nota-se que o soldado está descalço, como a maioria do exército do Paraguai durante a guerra.




antigas_brasil_03

Índios Canela, do estado do Maranhão. Século XIX.




antigas_brasil_04

Eugen Keller e sua babá, em Pernambuco. Do século XIX




antigas_brasil_05

Imperador Pedro II (o segundo e último monarca), em 1887




antigas_brasil_06

Originais da Lei Áurea, assinado em 1888 pela Princesa Izabel, então regente do Brasil.




antigas_brasil_07

Rio de 1889, ano em que o país se tornou uma república




antigas_brasil_08

Última imagem da família imperial, em 1889, pouco antes de seu exílio em Paris.




antigas_brasil_09

Imigrantes italianos chegando a São Paulo em 1890. Hoje, 60% dos paulistanos tem ascendência italiana.




antigas_brasil_10

Padre Cícero, no estado do Ceará, em 1891.




antigas_brasil_11

Sobreviventes do massacre de Canudos, uma comunidade rebelde na Bahia derrotados pelas tropas federais em 1897.




antigas_brasil_12

Nota da época de 1905.




antigas_brasil_13

Primeiro teste do 14 Bis, de Santos Dumont. Em 1906.




antigas_brasil_14

Ingresso de jogo entre Flamengo e Paysandu, em 1916.




antigas_brasil_15

Moda praia em 1937.




antigas_brasil_16

Os homens de Lampião e sua companheira, Maria Bonita, mortos e decapitados pelo Exército em 1938. Suas cabeças foram expostas nas escadas que levavam até a entrada de uma igreja no
estado de Alagoas.




antigas_brasil_17

Suicídio do presidente Getúlio Vargas relatado pelo jornal Última Hora, em 1954.
 
 
 
antigas_brasil_18

Cacilda Becker, que é considerada por muitos como a melhor atriz brasileira de todos os tempos.
 
 
 
antigas_brasil_19

Da esquerda para a direita: Tônia Carreiro, Eva Vilma, Odete Lara, Norma Bengell e Ruth Escobar, em protesto contra a censura, em 1968.


terça-feira, 26 de novembro de 2013

Planetas aterrorizantes

A exploração espacial é uma grande aventura. Seus mistérios sempre nos cativaram e as descobertas inevitáveis ​​que virão se acrescentarão à muitas ideias cosmológicas que já temos. Mas esta lista serve como um aviso para todos os futuros viajantes espaciais. O universo pode ser um lugar muito assustador.


10. Planeta de carbono

Planeta de carbono

O carbono forma apenas cerca de 0,1% da massa da Terra (daí a escassez de materiais à base de carbono, como os combustíveis fósseis e diamantes).
Perto do centro da nossa galáxia, no entanto, onde o carbono é mais abundante do que o oxigênio, a formação de planetas é muito diferente. É aqui que você encontra o que os cosmólogos chamam de planetas de carbono.
O céu da manhã em um mundo de carbono não seria nada claro nem azul. Imagine uma névoa amarela com nuvens negras de fuligem. À medida que você desce para a superfície, você encontra mares feitos de compostos como o petróleo e alcatrão.
A superfície do planeta possui poços de metano borbulhantes e lama negra. A previsão do tempo não parece boa: está chovendo gasolina e asfalto.
Mas veja o lado bom disso tudo: pelo menos um planeta de carbono é dominado por diamantes.


09. Netuno

Ventos de Netuno

Em Netuno, pode-se encontrar fluxos de ventos constantes que chicoteiam ao redor do planeta em velocidades assustadoras. Os ventos de Netuno empurram nuvens congeladas de gás natural a partir da Grande Mancha Escura do planeta, um furacão do tamanho da Terra, em uma velocidade que pode atingir os 2.500 km/h.
Isso é mais que o dobro da velocidade necessária para quebrar a barreira do som. Tais forças eólicas são claramente além do que um ser humano poderia suportar. Uma pessoa que pousasse em Netuno seria rasgada e se perderia para sempre nessas correntes violentas de vento.
Permanece um mistério a forma como o planeta recebe a energia necessária para conduzir os ventos mais rápidos do sistema solar, apesar de estar tão longe do sol, e ter um calor interno relativamente fraco.


08. 51 Pegasi b

51 Pegasi b

Apelidado de Belerofonte, em homenagem ao herói grego que domou o cavalo alado Pégaso, este gigante de gás tem mais de 150 vezes a massa da Terra e é composto principalmente de hidrogênio e hélio.
O problema é que Bellerophon é assado à luz da sua estrela em mais de 1.000 graus Celsius. A estrela está mais de 100 vezes mais perto de Bellerophon do que o Sol está da Terra. Por um lado, este calor cria uma atmosfera extremamente ventosa. Conforme o ar quente sobe, o ar frio apressa-se a substituí-lo criando ventos de mais de 1.000 km/h. O calor também garante que nenhum vapor d’água exista.
No entanto, isso não significa que não há chuva. Isso nos leva a principal peculiaridade de Belerofonte. Esse calor intenso permite que o ferro que compõem o planeta seja vaporizado. À medida que o vapor sobe, ele forma nuvens de vapor de ferro, semelhante ao conceito de nuvens de vapor de água aqui na Terra. A diferença, porém, é que essas nuvens procedem uma chuva implacável de ferro fundido sobre o planeta (não se esqueça de seu guarda-chuva…).


07. COROT exo-3b

COROT exo-3b

O exoplaneta mais denso e maciço já descoberto é um mundo conhecido como Corot-exo-3b. É do tamanho de Júpiter, mas 20 vezes mais massivo que o nosso vizinho cósmico. Isso faz com que COROT-exo-3b seja cerca de duas vezes tão denso como chumbo.
O grau de pressão exercida sobre um ser humano que anda sobre a superfície do tal planeta seria insuperável. Com uma massa 20 vezes maior do que Júpiter, um ser humano pesaria quase 50 vezes o que ele pesa na Terra. Essa enorme pressão iria esmagar o sistema esquelético de uma pessoa quase que instantaneamente. Seria o equivalente a um elefante sentando em seu peito.


06. Marte

Marte

Em Marte, uma tempestade de poeira pode se desenvolver em questão de horas e envolver todo o planeta dentro de alguns dias. Elas são as maiores e mais violentas tempestades de poeira em nosso sistema solar.
Os ventos dessas tempestades podem superar os 300 km/h. Após ela surgir, pode levar meses para que se dissolva.

05. WASP-12b

WASP-12b

Simplificando, este planeta é o mais quente já descoberto. Com uma temperatura média de 2.200 ºC, ele orbita sua estrela mais perto do que qualquer outro mundo conhecido. Desnecessário dizer que tudo o que o homem conhece, inclusive o próprio homem, derreteria instantaneamente em tal atmosfera. Para colocar isso em perspectiva, a superfície do planeta tem cerca da metade da temperatura da superfície do nosso Sol e é duas vezes mais quente do que a lava. Ele também orbita a sua estrela em um ritmo alucinante. Ele completa uma órbita completa a cada dia terrestre.

04. Júpiter

Júpiter

A atmosfera de Júpiter fabrica tempestades duas vezes maiores do que a Terra. Estas tempestades geram ventos de até 640 km/h e relâmpagos titânicos 100 vezes mais brilhantes do que os do nosso planeta.
Por baixo dessa atmosfera assustadora e escura, está um oceano de 40 mil quilômetros de profundidade, feito de hidrogênio metálico líquido. Aqui na Terra, o hidrogênio é um gás incolor e transparente, mas no núcleo de Júpiter, o hidrogênio se transforma em algo nunca visto em nosso planeta. Em camadas exteriores do gigante gasoso, o hidrogênio é um gás, assim como na Terra. Mas, conforme você vai mais fundo, a pressão atmosférica aumenta. Eventualmente, a pressão se torna tão grande que ela chega a comprimir os elétrons dos átomos de hidrogênio. Sob tais condições extremas, o hidrogênio se transforma em um metal líquido, condutor de eletricidade, bem como de calor. Além disso, como um espelho, ele reflete a luz.

03. Plutão

Plutão

(Nota: Plutão já não é tecnicamente classificado como um planeta). Não deixe a imagem enganá-lo – Plutão não é uma das maravilhas do inverno, e sim um mundo extremamente frio, onde o nitrogênio, monóxido de carbono e metano cobrem a superfície como a neve durante a maior parte do seu ano que equivale a 248 anos terrestres.
Esses sorvetes foram transformados do branco para um rosa-marrom devido às interações com raios gama a partir do espaço profundo e do Sol distante.
Em um dia claro, o Sol fornece tanto calor quanto a lua cheia fornece para a Terra. A temperatura varia de -228 a -238 ºC. Não é difícil imaginar que seu corpo iria congelar instantaneamente.

02. CoRoT-7b

CoRoT-7b

A temperatura neste planeta é tão quente que pode vaporizar rochas. Cientistas que modelaram a atmosfera de CoRoT-7b determinaram que o planeta provavelmente não tem gases voláteis (dióxido de carbono, vapor de água, nitrogênio), e em vez disso, é provável que ele seja composto do que poderia ser chamado de rocha vaporizada. A atmosfera de CoRoT-7b pode ter sistemas meteorológicos que, ao contrário do clima úmido da Terra, produzem chuvas de rocha vaporizada sobre uma superfície da lava derretida. E se o planeta ainda não lhe parece inóspito, saiba que ele também pode ser um pesadelo vulcânico.

01. Vênus

Vênus

Quem deu a Vênus, o segundo planeta a partir do sol, o apelido de “gêmeo da Terra”, estava totalmente errado. Exceto em seu tamanho, Vênus não é nada parecido com a Terra. Para começar, a atmosfera de Vênus é cheia de gases de efeito estufa, como o dióxido de carbono. Esses gases são responsáveis ​​por fazer este planeta um verdadeiro “inferno”.
Nossa atmosfera, que é a principal responsável pela distribuição da energia (e calor) que recebemos do sol, tem o efeito oposto de Vênus. Em vez de controlar a temperatura para que ele tenha um clima mais tropical, a atmosfera de Vênus super-aquece o planeta. É tão quente que é totalmente inóspito para qualquer tipo de vida que estamos familiarizados.
Além disso, o dia de Vênus é mais longo que o seu ano. Sim, você leu certo. É preciso mais do que 243 dias terrestres para Vênus completar uma rotação inteira sobre o seu eixo, enquanto leva mais de 225 dias terrestres para fazer uma órbita completa em torno do sol.
Então, como seria viver em Vênus? Nada divertido. Você seria sufocado pelo ar tóxico quase que instantaneamente… e esmagado pela colossal pressão atmosférica – tão densa que caminhar sobre a superfície de Vênus seria como andar abaixo de 3.000 metros de água aqui na Terra. 

Fonte: http://misteriosdomundo.com/10-planetas-aterrorizantes-voce-nao-gostaria-visitar

31 Fotografias Antigas de Grandes Cidades

Você pode olhar várias fotos de diferentes cidades do mundo e sentir vontade de visitá-las. E você pode. Dinheiro não é empecilho para uma aventura. Mas há um lugar que você jamais irá, mesmo tendo muita vontade. A não ser, claro, que você possua um DeLorean DMC-12.
Sortrature compilou uma seleção muito boa de imagens de cidades famosas de tempos idos. São, basicamente, cidades da Europa, Estados Unidos, Índia e Austrália. Para ser justo, adicionei algumas imagens antigas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, São Paulo e Passo Fundo para representar o Brasil.
O La Parola também já publicou uma seleção de fotografias históricas da década de 1930, que você pode ver aqui.
syracuse-newyork-1941
Nova York, 1941
bombay-india-1880
Bombaim, Índia, 1980
california-street-san-francisco-1964
São Francisco, Califórnia, 1964
central-park-new-york-1927
Central Park, Nova York, 1927
Gran Vía, Madrid, Espanha, 1945
Gran Vía, Madrid, Espanha, 1945
chicago-1949
Chicago, 1949
cincinnati-ohio-1905
Cincinnati, Ohio, 1905
detroit-1917
Detroit, Michigan 1917
gothenburg-sweden-1961
Gotemburgo, Suécia, 1961
gree-1930
Grécia, 1930
jacksonville-florida-1910
Jacksonville, Flórida, 1910
jersey-shore-1905
Asbury Park, Nova Jersey, 1905
las-vegas-1959
Las Vegas, 1959
london-1920
Londres, 1920
london-1950
Londres, 1950
los-angeles-california-1937
Los Angeles, 1937
melbourne-1930
Melbourne, Austrália, 1930
memphis-1910
Memphis, 1910
milano-1950
Milão, Itália, 1950
montgomery-alabama-1906
Motgomery, Alabama, 1906
moscow-russia-1977
Moscou, 1977
nantasket-beach-massachusetts-1920s
Nantasket, Massachussetts, década de 1920
new-york-1972
Nova York, 1972
paris-france-1948
Paris, 1948
philadelphia-1905
Filadélfia, 1905
prague-1964
Praga, 1964
rome-1949
Roma, 1949
São Paulo, avenida são joão, 1950
São Paulo, Avenida São João, 1950
Foto: facebook.com/FotosAntigasDeSaoPaulo
mercado público, porto alegre, brasil
Mercado Público, Porto Alegre
Foto: facebook.com/OldPortoAlegre
Copacabana, Rio de Janeiro, Brasil
Praia de Copacabana, Rio de Janeiro
Foto: facebook.com/fotosantigasdoriodejaneiro
Passo Fundo, RS, Década de 1930 Foto: Igor Schneider Calza
Passo Fundo, Década de 1930
Foto: Igor Schneider Calza

Revista Sexy Especial :: Mari Lopes Mari Lopes  nua na Revista Sexy Especial de abril. A musa do Flamengo nos mostra como é fácil ...